Feira de Santana: Cantautoria movimenta projeto Seis e Meia do Teatro Margarida Ribeiro

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Segunda edição do CantaAutoria ocorre através do Projeto Seis e Meia, promovido pelo Teatro Margarida Ribeiro.
Segunda edição do CantaAutoria ocorre através do Projeto Seis e Meia, promovido pelo Teatro Margarida Ribeiro.
Segunda edição do CantaAutoria ocorre através do Projeto Seis e Meia, promovido pelo Teatro Margarida Ribeiro.
Segunda edição do CantaAutoria ocorre através do Projeto Seis e Meia, promovido pelo Teatro Margarida Ribeiro.

Ciranda do tempo, A toca do coelho, Vênus, Batucadas em vermelho e Malabarista são algumas das composições que poderiam tocar no seu rádio, passar na sua TV e não sair da sua cabeça. Mas, talvez, você nem conheça essas obras justamente por falta de oportunidade. Por isso, na quinta-feira (24/08/2017), através do projeto Seis e Meia, do Teatro Municipal Margarida Ribeiro, foi realizado a segunda edição do CantaAutoria, iniciativa que reuniu cinco artistas para cantarem somente composições próprias.

“Aqui em Feira de Santana não é muito comum os compositores cantarem suas músicas. Geralmente canta-se releituras de canções já conhecidas. Mas por que não buscar outras fontes de produção musical ao invés dessas que estão na grande mídia?! É por isso que a gente precisa de fomento, de espaço para mostrar o nosso trabalho”, disse o cantautor Marcel Torres.

O Cantautoria aconteceu através do Projeto Seis e Meia do Teatro Margarida Ribeiro, um dos equipamentos administrados pela Fundação de Tecnologia da Informação, Telecomunicações e Cultura Egberto Tavares Costa (Funtitec). “O Projeto Seis e Meia é de grande importância para a produção cultural no teatro porque abre as portas para o profissionalismo e divulga o trabalho musical local. A gente idealizou o Seis e Meia inspirado no projeto Pixinquinha, da Fundação Nacional das Artes, e um dos grandes objetivos nosso é a formação de plateia”, disse a Chefe da divisão de Artes Cênicas, Música e Audiovisual da Funtitec, Luluda Barreto.

Jaci Caldas é pós-graduanda em Arte educação. Na plateia, ela se emocionou com as letras das canções e com as histórias que inspiraram a composição das músicas. “É muito importante esse compartilhamento de experiências em forma de música. Tem que haver a valorização dessa arte que acontece aqui e a gente não tem muito conhecimento. Eu estava esperando por esse show há muito tempo”, revelou.

A segunda edição do Cantautoria foi realizada pelos artistas Marcel Torres, Cartre Sans, Mohzah, Tom Barbosa, Paulo Akenaton e teve a participação do músico Bruno Geovane Katita.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112929 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]