Edição 2017 do Festival Nacional de Teatro Infantil de Feira de Santana conta com cerca de 60 espetáculos; evento presta homenagem ao circo e ao palhaço

Maria Eugênia Milet palestra durante ‘Encontro Teatro na Roda', atividade é parte da programação do 10º FENATIFS.
Maria Eugênia Milet palestra durante ‘Encontro Teatro na Roda', atividade é parte da programação do 10º FENATIFS.
Maria Eugênia Milet palestra durante ‘Encontro Teatro na Roda', atividade é parte da programação do 10º FENATIFS.
Maria Eugênia Milet palestra durante ‘Encontro Teatro na Roda’, atividade é parte da programação do 10º FENATIFS.

Ao completar a 10ª edição, o Festival Nacional de Teatro Infantil de Feira de Santana (FENATIFS) faz reverência ao circo, e ao palhaço, como partes integrantes do teatro. Reunindo grandes figuras de renome nacional que trabalham com essa linguagem. Fortalecendo o intuito do festival em valorizar, e reconhecer, a importância da arte circense para a cultura, sem perder o seu fundamento em ser plural, o FENATIFS reúne ainda outras grandes atrações de diferentes linguagens artísticas.

Apresentando ao público, espetáculos que tratam de temas também relevantes, e com variadas concepções cênicas, a partir de trabalhos com o teatro de animação, musical, teatro de rua e intervenções artísticas. Um festival de múltiplas ideias, incontáveis saberes, diversas expressões de linguagens e qualificação, com atrações que ao mesmo tempo aproximam o tradicional teatro para a infância e juventude, da produção teatral contemporânea. Favorecendo assim o diálogo e troca de conhecimentos.

Atraídos pelo objetivo maior do FENATIFS em movimentar, valorizar, debater e desenvolver o teatro para a infância e juventude no Brasil, desde 2008, grupos teatrais de todo país participam deste evento. Trazendo suas ricas contribuições, não só para o cenário artístico, como também para o cenário de formação artístico-pedagógica oferecido pelo festival, através de palestras, exposições, oficinas, debates, encontros temáticos, rodas de conversas e audição de filmes, que compõem suas Atividades Paralelas.

Foram recebidas 217 inscrições enviadas pela internet, de espetáculos de grupos de 17 estados do Brasil. Para essa edição, o festival conta com a participação de 09 estados brasileiros (Alagoas, Bahia, Ceará, Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Santa Catarina e São Paulo), tendo 22 atividades formativas e 30 espetáculos que juntos realizarão mais de 80 ações. Serão 62 apresentações de espetáculos e 26 atividades paralelas.

O Festival será realizado na semana da criança nos teatros do Cuca – Centro Universitário de Cultura e Arte, Centro de Cultura Amélio Amorim, Margarida Ribeiro, Espaço do SESC (Tomba), espaços dos CEUS – Centros de Artes e Esportes Unificados do Jardim Acácia, Cidade Nova e Aviário, incluindo os distritos, bairros e a Região Metropolitana, com 250 profissionais trabalhando diretamente para a realização do FENATIFS.

Pretendendo ultrapassar a meta de 2016 (14.620 pessoas), o festival almeja atender mais de 15.000 espectadores ávidos por cultura e conhecimento. Graças a sua ação descentralizadora que busca levar espetáculos não apenas para teatros, mas também em locais onde dificilmente o público tem acesso, como bairros periféricos e zona rural; atingindo um grande público, e sendo assistido de 2008 a 2016 por mais de 100.000 pessoas.A 10ª edição do FENATIFS vem consolidada pela união de artistas e parceiros da cultura para elevar mais uma vez o teatro para a infância e juventude no Brasil, com realização e organização na cidade de Feira de Santana, firmando o Estado da Bahia como pólo de difusão do teatro para todas as idades.

De caráter não competitivo, o FENATIFS compreenderá as seguintes atividades: apresentações de espetáculos na Mostra Nacional; apresentações de espetáculos na Mostra Interior do Nordeste; apresentações de espetáculos na Mostra Jovens Talentos (categoria Institucional e de Grupo); apresentações dos espetáculos convidados e atividades paralelas composta das apresentações de espetáculos da Mostra Talentos Mirins, debates, avaliações dos espetáculos apresentados, oficinas, palestras, contação de histórias, workshops, rodas de conversa e exposições.

Será concedido aos grupos participantes o Troféu Biribinha, uma homenagem a Teófanes Silveira. Grande incentivador do FENATIFS que, como Palhaço Biribinha – ator, diretor e produtor -, reúne em experiência mais de 50 anos de vida artística, e que nessa edição apresenta o espetáculo “Magia”, além de participar da Roda de Conversa Traquinagens e Traquitanas.

Pela quarta vez consecutiva o FENATIFS conta com a participação do mediador e crítico teatral Ricardo Schöpke, editor de teatro e crítica do site ALMANAQUE VIRTUAL DA UOL/RJ, debatedor e crítico do Pequeno Grande Encontro de Teatro para Crianças de Todas as Idades/PR e do Festival de Teatro Infantil de Cascavel/PR. Schöpke é também presidente do Colegiado da Rede Nacional de Teatro para a Infância e Juventude no Rio de Janeiro e fundador do CBTIJ – Centro Brasileiro de Teatro para a Infância e Juventude -, e da Cia Boto-Vermelho.

Acompanhando de perto toda a programação do festival, Schöpke analisa artisticamente todos os espetáculos gerando uma crítica teatral embasada e enriquecedora para todos os grupos participantes. Ricardo ainda é o responsável pela divulgação do FENATIFS na mídia nacional, inserindo matérias e artigos nos mais conceituados eixos de comunicação e publicidade de cunho artístico do Brasil.

O FENATIFS conta com o apoio financeiro do Governo do Estado, do Fundo de Cultura, da Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia, através do Edital Nº 25/2016: Eventos Culturais Calendarizados 2017/2019; e apoio institucional da Universidade Estadual de Feira de Santana, através do Centro Universitário de Cultura e Arte – Cuca.

Ações prévias do 10º FENATIFS

O café da manhã para o lançamento do FENATIFS será realizado neste sábado (02 de setembro), das 8 às 9 horas no Teatro do Cuca, com participação da imprensa, comunidade artística, parceiros e demais interessados na vasta programação do evento.

Após o lançamento será realizada a primeira Atividade Formativa do festival o encontro “Teatro na Roda” que acontece das 9 às 17 horas com a ministrante Maria Eugênia Millet, atriz, psicanalista e arte-educadora, co-autora do livro Manual de Criatividades, fundadora do CRIA – Centro de Referência Integral de Adolescentes.

O encontro propõe uma experiência criativa e reflexiva em grupo, no qual os exercícios da imaginação e da sensibilidade resultam num processo de trocas de saberes e fazeres sobre teatro-educação.

Nos dias 29 e 30 de setembro será realizado o Encontro Palhaças Bem Vindas Sois Vois – 10º FENATIFS com Felícia de Castro, mãe, atriz, palhaça, criadora e pesquisadora da arte-ritual, dos cantos, danças e imaginários das culturas brasileiras, e da palhaçaria pessoal alinhada à ritualidades do feminino. O encontro consiste em uma grande reunião feminina e clownesca em busca do prazer em ser, se reconhecer e se valorizar enquanto mulher e palhaça, desse movimento resultará a intervenção de palhaças “As semeadoras cômicas”.

No dia 30 de setembro teremos a participação do convidado Rodrigo Robleño, um dos mais conceituados palhaços de Minas Gerais, com carreira internacional, coordenador artístico do Projeto Uniclown, grupo de palhaços (que une profissionais e amadores) que visitam hospitais, asilos, creches e outros espaços que possuem pessoas em “vulnerabilidade” social, cultural, física, econômica etc.

Robleño vai ministrar o “Workshop O Riso e Siso na Qualidade de Vida” que propõe entre conversas e brincadeiras, apresentar a prática do trabalho de palhaços em hospitais e lares de idosos. Essa inusitada experiência em ambientes hospitalares e similares tem gerado grandes descobertas e um aprendizado que demonstra que com o trabalho conjunto entre os palhaços (o riso) e a equipe hospitalar (o siso) se cria um atendimento pelo qual o paciente é tratado em sua integralidade física e psicoemocional.

Também no dia 30 de setembro acontecem as primeiras apresentações artísticas do FENATIFS com a participação do espetáculo “Volume 1” com o Coral de Palhaços Desconcerto Em Ri Maior, Projeto do Núcleo Circo Único (SSA-BA) sob direção do diretor, ator, palhaço, dramaturgo e roteirista João Lima e direção musical de Rubinho  D’Ávila.

E no dia 1º de outubro, o FENATIFS abre os seus trabalhos com uma calorosa Palhaceata que sairá da Praça da Matriz a partir das 8 horas com destino ao Teatro do Cuca, palco das atrações do primeiro dia do festival. A palhaceata irá reunir os artistas presentes no festival e o público que quiser acompanhar esse movimento da alegria.

As atrações do dia 01/10 no Teatro do Cuca iniciam às 9 horas com a visitação artística no MRA – Museu de Arte Regional, segue às 09h30 no Teatro de Arena com a “Intervenção Sete Liste” com Felícia de Castro, às 10h30h tem a apresentação do espetáculo “Magia” com o Palhaço Biribinha, um espetáculo de circo e teatro onde a prestidigitação e o ilusionismo, unidos ao humor poético e romântico do palhaço, com suas gags e esquetes compõem as cenas escolhidas. Às 14 horas a programação se estende para o Parque da Lagoa com a Oficina “E o palhaço o que é?”, com Rodrigo Robleño, voltada para adultos e crianças que queiram experimentar entre jogos e brincadeiras o que é ser palhaço; E na Feirinha da Estação Nova acontece a apresentação do espetáculo “Mala sem alça, palhaço sem calça” mostrando toda a irreverência do mestre em palhaçaria Alexandre Casali. Às 16h a programação continua no Teatro do Cuca com o espetáculo “Sananab” da Cia. Pé de Chinelo (SP) cujo enredo retrata o universo do palhaço Bisgoio, um ser ingênuo, estúpido e humano à flor da pele, que constrói situações através da manipulação de objetos, revelando a sua essência e um jogo de relacionamento humano.

Às 17 horas, fechando a programação do dia 1º de outubro, temos a “Jam na Cuca”, show de música instrumental (jazz) com classificação livre que será realizado no teatro de Arena do Cuca, com a apresentação de uma banda Quaternária Instrumental – formada por Gilmar Araújo (guitarra), Rogério Ferrer (acordeon/sax/piano), Anderson Silva (contrabaixo) e Adson Junior (bateria) – que se destaca em execuções impecáveis de standards do jazz e clássicos da música brasileira instrumental. Essa foi apenas a programação do primeiro dia do Festival que segue interrupta até o dia 12 de outubro ocupando com arte toda a cidade de Feira de Santana e região, contando com a presença de companhias de teatro e artistas de renome do teatro no Brasil e no exterior.

A 10ª edição do FENATIFS manterá a democratização do teatro através da venda de ingressos para a comunidade em geral a preços populares no valor de R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia promocional para todos), sendo que especialmente no dia 12 de outubro, Dia das Crianças os ingressos da programação do teatro do Cuca  serão vendidos a R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia promocional para todos).

O festival oferta ainda o acesso gratuito de crianças, jovens e professores da rede pública de ensino, assim como de instituições sociais beneficentes, além de gratuidade em todas as sessões realizadas nos bairros, praças, CEUs, SESC (Tomba) distritos e cidades da Região Metropolitana. Essa prática resultou no atendimento em 2016 de 69 instituições da rede pública, associações, ONGs, grupos de interesse que assistiram gratuitamente aos espetáculos do FENATIFS.

Peça ‘A Menina das Pedras’ é parte da programação do 10º Festival Nacional de Teatro Infantil de Feira de Santana (FENATIFS).
Peça ‘A Menina das Pedras’ é parte da programação do 10º Festival Nacional de Teatro Infantil de Feira de Santana (FENATIFS).
Convite do 10º Festival Nacional de Teatro Infantil de Feira de Santana (FENATIFS)
Convite do 10º Festival Nacional de Teatro Infantil de Feira de Santana (FENATIFS)
Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112610 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]