Deputado Alex Lima lamenta falecimento do empresário César Mata Pires

O deputado estadual Alex Lima (Podemos) lamentou o falecimento do empresário César Mata Pires, acionista majoritário da empreiteira baiana OAS, ocorrido na manhã desta terça-feira. “Recebemos esta notícia com imensa tristeza. A Bahia perde um empresário visionário, que muito contribuiu para o desenvolvimento do nosso estado”, afirmou o deputado.

Nesta terça-feira, César Mata Pires, 68 anos, sofreu um infarto fulminante e morreu enquanto caminhava pelo Pacaembu, São Paulo, deixando esposa e dois filhos. Em solidariedade ao ocorrido, Alex Lima ainda protocolou moção de pesar na Assembleia Legislativa da Bahia. “Lidar com a morte é uma situação muito delicada. Por isso, espero que familiares e amigos encontrem o conforto necessário para superar este momento”, disse.

Criado em 1976, na Bahia, com atuação no setor de engenharia e infraestrutura, atualmente o grupo é um conglomerado multinacional brasileiro, com mais de 100 mil colaboradores, inclusive baianos. Lima ainda destacou a importância do grupo para o desenvolvimento econômico e social da Bahia, sobretudo, através da geração de emprego e renda para os baianos. “A OAS foi uma empresa genuinamente baiana, que gerou muitos empregos no nosso estado tornando-se uma das maiores construtoras do país”, afirmou.

Biografia

Um dos fundadores da Construtora OAS, o engenheiro Cesar Mata Pires, morreu nesta terça-feira (22/08/2017) vítima de um infarto, aos 67 anos. Ele era também presidente do Conselho de Administração da empresa.

Cesar Mata Pires se formou em engenharia civil na Universidade Federal da Bahia em 1971 e iniciou a carreira na Odebrecht. “Em 1976, juntou-se a dois sócios e fundou a Construtora OAS. Anos depois, com a multiplicação dos negócios, ele comandou o Grupo OAS, multinacional na área de infraestrutura”, informa a companhia.

A OAS foi criada em 1976, em Salvador, na Bahia, e hoje conta com dez escritórios no Brasil, sendo a sede em São Paulo, e catorze fora do país. A empresa é uma das investigadas na Operação Lava Jato.

Em 2014, ele entrou na lista de bilionários da revista Forbes, com fortuna estimada em 1,55 bilhão de dólares.

Mata Pires era casado com Tereza, filha de Antonio Carlos Magalhães. Ele deixa a mulher, três filhos e seis netos.

A construtora OAS é um dos principais alvos da Operação Lava Jato.

Compartilhe e Comente

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook do JGB

Manchete

Colunistas e Artigos

+ Publicações >>>>>>>>>

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]