Confira programação do seminário ‘100 anos da Revolução Russa – Tudo que é sólido se desmancha no ar?’; evento é promovido pelo GPEM da UFRB e ocorre em Salvador e Cachoeira

Cartaz do seminário nacional ‘100 anos da Revolução Russa – Tudo que é sólido se desmancha no ar?’.
Cartaz do seminário nacional ‘100 anos da Revolução Russa – Tudo que é sólido se desmancha no ar?’.
Cartaz do seminário nacional ‘100 anos da Revolução Russa – Tudo que é sólido se desmancha no ar?’.
Cartaz do seminário nacional ‘100 anos da Revolução Russa – Tudo que é sólido se desmancha no ar?’.

O Grupo de Pesquisa e Estudos Marxistas (GEPM) realiza — em conjunto com a APUR, ANDES, ASSUFBA , ABECS e outros grupos e entidades — nos dias 29, 30 e 31 de agosto de 2017, o seminário nacional ‘100 anos da Revolução Russa – Tudo que é sólido se desmancha no ar?’. O evento ocorre no auditório do Quarteirão Leite & Alves, no Centro de Artes, Humanidades e Letras (CAHL), em Cachoeira.

Além das atividades em Cachoeira, foi programado para terça-feira (29) pré-lançamento do livro ‘A revolução das Mulheres’, obra organizada pela doutora Graziela Schneider Urso, e Mesa de debate do seminário ‘100 anos da Revolução Russa – Tudo que é sólido se desmancha no ar?’. A atividade ocorre no campus da Universidade Federal da Bahia (UFBA), em São Lázaro, Salvador.

O seminário nacional objetiva reunir pesquisadores, professores, estudantes, alunos e membros da comunidade acadêmica e extra-acadêmica com a finalidade de homenagear, debater e fomentar o pensamento reflexivo sobre os eventos que culminaram com a Revolução Russa de 1917, o estabelecimento do socialismo na União Soviética (URSS) e o reflexo desse processo político no capitalismo atual.

Programação do seminário ‘100 anos da Revolução Russa – Tudo que é sólido se desmancha no ar?’

Dia 29/08/2017 (terça-feira), Salvador

— Das 9 horas às 12 horas: pré-abertura, com o lançamento do livro ‘A revolução das Mulheres’, obra organizada pela doutora Graziela Schneider Urso, professora e membro do Núcleo de Estudos Interdisciplinares sobre a Mulher (NEIM) da UFBA, e editado pela Boitempo. O evento de lançamento da obra é mediado pela doutora Maíra Kubík Mano, jornalista, professora da UFBA, e pesquisadora do Centro de Estudos e Pesquisas em Humanidades. Além do lançamento da obra, ocorre Mesa de Debate do seminário ‘100 anos da Revolução Russa – Tudo que é sólido se desmancha no ar?’. A atividade ocorre no campus da UFBA, em São Lázaro, Salvador.

Dia 29/08/2017 (terça-feira), Cachoeira

— Das 19 horas às 22 horas: sessão do filme sobre a Revolução Russa, seguido de debate com o professor Gabriel Ávila, doutor em História pela Universidade Federal de Minas Gerais. A atividade ocorre em Cachoeira.

Dia 30/08/2017 (quarta-feira), Cachoeira

— Das 8 horas às 9 horas: Cerimônia de Abertura – solenidade com entidades e representações (Andes, Assufba, Apur, Movimento Negro Unificado, FAE- Fórum Anarquista Especifista da Bahia, Movimento Estudantil, Diretor do CAHL/UFRB, Representação Quilombola, Grupos de Pesquisa);

— Das 9 horas às 10 horas:  Atividade Cultural – Filarmônica de São Félix

— Das 10 horas às 12 horas:  Mesa 1 — ‘A Revolução Russa em geral: história e contexto’, 1ª palestrante, professor Luís Eduardo Acosta (Serviço Social, UFRJ/Vice-Presidente Nacional do Andes), 2ª palestrante, professor Carlos Zacarias Sena Júnior (História, UFBA); debatedora, professora Heleni Duarte Ávila (Serviço Social e Representante Sindical da APUR, UFRB); coordenador da Mesa 1, professor Bruno Durães (Ciências Sociais, UFRB)

— Das 13:30 horas às 15 horas:  Oficina sobre ARTE e Revolução – Título: Construtivismo Russo na Prática (oficineirxs: Vaneza Melo e Rony Bonn)

— Das 13:30 horas às 15 horas:  Mesa 2 — ‘Revolução Russa e a Greve Geral de 1917 no Brasil’, 1ª palestrante, professor Aldrin Castellucci (História, UNEB); 2º palestrante, Carlos Baqueiro (Anarquista e Petroleiro); coordenador da Mesa 2, Job Paulo filho (estudante de História e membro da FAE/BA Fórum Anarquista Especifista);

— Das 15 horas às 17:30 horas:  Mesa 3 — ‘A Arte e a Revolução Russa’, 1º palestrante, professor Antônio Câmara (Ciências Sociais, UFBA); debatedor, professor Silvio Benevides (Ciências Sociais, UFRB); coordenadora da Mesa 3, professora Rosana Soares (Artes Visuais, UFRB);

— Das 18:30 horas às 21 horas:  Mesa 4 — ‘A revolução Russa e o protagonismo das mulheres’, 1ª palestrante, professora Sofia Manzano (UESB); 2º palestrante, professora Maíra Kubik (NEIM, UFBA); 3ª palestrante, professora Graziela Urso (USP); debatedora, professora Rosenária Ferraz (Serviço Social, UFRB); coordenador da Mesa 4, professora Henrique Sena (Coordenador do Curso de História – UFRB);

— Das 21 horas às 21:30 horas: lançamento do livro ‘A revolução das mulheres’, organizado pela professora Doutora Graziela Urso, editado pela Boitempo.

— Das 21:30 horas às 22 horas: atividade cultural, através da apresentação de Larissa Neres, violão e voz.

Dia 31/08/2017 (quinta-feira), Cachoeira

— Das 8 horas às 9 horas: Atividade Cultural (Participação do Ator Badinho)

— Das 9 horas às 12 horas:  Mesa 5 — ‘Revolução Russa e as lutas anticoloniais na África e na América Latina’, 1ª palestrante, professor Ronaldo Barros (Filosofia, UFRB e Membro do MNU); 2ª palestrante, professor Bas’ilele (Campus dos Malês, UNILAB); 3ª palestrante, professor Diogo Valença (Coordenador da Pós-Graduação em Ciências Sociais da UFRB); coordenador da Mesa 5, Edcarlos Ribeiro Bomfim (Estudante de Ciências Sociais, UFRB.).

— Das 13:30 horas às 15 horas:  Mesa 6 — ‘Revolução Russa: socialistas, proletários, campesinos, anarquistas e outros grupos’, 1ª palestrante, professor Milton Pinheiro (UNEB); 2º palestrante, professor Eurelino Coelho (UEFS); 3ª palestrante Leila Maria (Estudante de História/UFRB e Membro da FAE – Fórum Anarquista Especifista); debatedor da Mesa 6: Antônio Bomfim Moreira (ASSUFBA/Sindicato); e coordenador da Mesa 6, Aristeu Souza (Estudante de Artes Visuais, CAHL/UFRB)

— Das 16 horas às 18:30 horas: Exibição de filme ‘O Encouraçado Potemkin’, na sequência, debate com os professores Roberto Duarte (UFRB) e Gabriel Ávila (UFRB);

— Das 19 horas às 21 horas:  Mesa 7 (mesa de encerramento) — ‘A Revolução Russa ontem e hoje’, 1ª palestrante, professor Jorge Almeida (Ciência Sociais, UFBA), 2º palestrante, Pascoal Carneiro (Presidente da CTB Bahia, Central dos trabalhadores e trabalhadoras do Brasil); coordenadora da Mesa 7, professora Silvia Pereira (Serviço Social, UFRB, representante do CRESS);

— Das 21 horas às 22 horas: encerramento com atividade cultural, através da apresentação de Larissa Neres, violão e voz.

Síntese da agenda do evento

O que

— Seminário ‘100 anos da Revolução Russa – Tudo que é sólido se desmancha no ar?’

Quando:

— 29, 30 e 31 de agosto de 2017.

Onde

— Dia 29, das 9  horas às 12 horas, pré-abertura no Campus da UFBA, em São Lázaro, Salvador;

— Dia 29, das 19 horas às 22 horas, sessão do filme sobre a Revolução Russa e debate, na UFRB, em Cachoeira;

— Dias 30 e 31, com programação diversificada, abrangendo manhã, tarde e noite. As atividades ocorrem no auditório do Quarteirão Leite & Alves, no Centro de Artes, Humanidades e Letras (CAHL), da UFRB, em Cachoeira.

Sites do seminário

Confira site do GEPM: https://www2.ufrb.edu.br/gepm/

Confira site do evento: https://100anosdarevolucaorussablog.wordpress.com/

Confira site do EPMARX: http://epmarx2017.blogspot.com.br/

Carlos Augusto
Sobre Carlos Augusto 9293 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).