Cerca de 95% da maconha vendida no Brasil vem do exterior

Maurício Teles Barbosa diz que 95% da maconha vendida no Brasil vem do exterior. Dado debatido no Encontro de Secretários de Segurança do Nordeste reforça necessidade de política nacional.
Maurício Teles Barbosa diz que 95% da maconha vendida no Brasil vem do exterior. Dado debatido no Encontro de Secretários de Segurança do Nordeste reforça necessidade de política nacional.
Maurício Teles Barbosa: 95% da maconha vendida no Brasil vem do exterior. Dado debatido no Encontro de Secretários de Segurança do Nordeste reforça necessidade de política nacional.
Maurício Teles Barbosa diz que 95% da maconha vendida no Brasil vem do exterior. Dado debatido no Encontro de Secretários de Segurança do Nordeste reforça necessidade de política nacional.

Do Paraguai para o Brasil. Esse é o caminho feito por 95% da maconha vendida por organizações criminosas no país e principal assunto abordado, na tarde desta quinta-feira (24/08/2017), no Encontro de Secretários de Segurança Pública do Nordeste. Um panorama das quadrilhas atuantes nos nove estados da região também foi mostrado.

A maconha sai do Paraguai, passa por São Paulo, coordenada pela maior facção criminosa que age naquele estado, e depois é distribuída nas outras regiões. “Essa informação reflete a urgente necessidade de uma Política Nacional de Segurança Pública. Tem de ser prioridade do Governo Federal. São quadrilhas nacionais, com ramificações fora do país, lavando dinheiro e ampliando a violência”, declarou o presidente do Conselho de Segurança Pública do Nordeste (Consene) e secretário da Segurança Pública da Bahia, Maurício Teles Barbosa.

Acrescentou que amanhã, no encerramento do evento, será produzida uma carta reforçando a necessidade de ações nacionais, de maior vigilância das fronteiras e do financiamento da Segurança Pública.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 106881 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]