“Arthur Maia é infiel ao direito do povo se aposentar”, critica deputado Robinson Almeida

Robinson Almeida: Artur Maia é fiel à Previdência privada, financiadora de sua campanha e maior interessada nessa maldita reforma.
Robinson Almeida: Artur Maia é fiel à Previdência privada, financiadora de sua campanha e maior interessada nessa maldita reforma.
Robinson Almeida: Artur Maia é fiel à Previdência privada, financiadora de sua campanha e maior interessada nessa maldita reforma.
Robinson Almeida: Artur Maia é fiel à Previdência privada, financiadora de sua campanha e maior interessada nessa maldita reforma.

O deputado federal Robinson Almeida (PT-BA) rebateu fala do deputado federal Arthur Maia (PPS-BA), relator da Reforma da Previdência, que chamou de infiéis parlamentares que querem votar matéria após eleições. “Arthur Maia, sim, é infiel ao direito do povo se aposentar”.

Para Almeida, “Maia é fiel à Previdência privada, financiadora de sua campanha e maior interessada nessa maldita reforma”.

O deputado petista afirma que tal atitude demonstra, mais uma vez, o desprezo de Maia ao direito do povo brasileiro se aposentar.  Segundo ele, a fala do relator tem como objetivo constranger os deputados da base de Temer a votar a favor da reforma previdenciária imediatamente.

“A proposta da Reforma da Previdência não deve ser votada nem antes e nem depois das eleições. Deve ser arquivada, pois retira direitos, diminui o valor dos benefícios e retarda ou impossibilita a aposentadoria dos brasileiros. Além disso, prejudica diretamente as mulheres e os trabalhadores rurais”, diz Robinson.

Ao falar em equilibrar as contas públicas, segundo Robinson, Maia esquece propositalmente de comentar o que o governo do qual ele é aliado só retira direitos dos mais pobres. “Temer gastou bilhões para manter-se no poder e comprar deputados, sem nenhuma vergonha e nenhum pudor, agora quer pagar a conta do golpe com o dinheiro do trabalhador. É inadmissível”, finaliza Robinson Almeida.

Interesse pessoal

Em março deste ano, Robinson Almeida apresentou à Corregedoria da Câmara uma representação contra relatoria de Arthur Maia.

No documento protocolado, o deputado mostra que Arthur Maia tem uma empresa que está na lista de devedores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). A dívida – que seria de R$ 150 mil – inviabiliza a manutenção de Maia na condição de relator da reforma por ausência de impessoalidade e da moralidade.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 114924 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.