Prefeito de Feira de Santana conhece instalações do CLM Subaé e aprova empreendimento

Engenheiro João Pedro Kruschewsky, empresário Carlos Kruschewsky Filho, e prefeito José Ronaldo de Carvalho durante apresentação do CLM Subaé.
Engenheiro João Pedro Kruschewsky, empresário Carlos Kruschewsky Filho, e prefeito José Ronaldo de Carvalho durante apresentação do CLM Subaé.

O prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo de Carvalho, acompanhado de José Pinheiro, secretário de Desenvolvimento Urbano e Sérgio Carneiro, secretário de Meio Ambiente, visitou — na manhã desta quarta-feira (19/07/2017) — as instalações do Centro de Logística e Multiúso Subaé (CLM Subaé). Formado por lotes urbanizados, destinados aos segmentos comercial, industrial e de logística, o empreendimento imobiliário foi desenvolvido pela FCK Construções e Incorporações.

Durante a visita, o prefeito pode conferir a cessão de quatro áreas institucionais, doadas pelos empreendedores ao município, totalizando 20 mil metros quadrados.

Ao tomar conhecimento dos lotes de propriedade da municipalidade e percorrer o perímetro urbanizado do CLM Subaé, o prefeito José Ronaldo não conteve a satisfação, declarando que “é um empreendimento de excelente nível, que contribui para o desenvolvimento de Feira de Santana”.

Investimentos e modalidades de negócio

Os membros do governo municipal foram acompanhados pelos representantes da FCK, Carlos Kruschewsky Filho, gerente administrativo e João Pedro Kruschewsky, engenheiro do empreendimento.

Dentre os dados apresentados pelos empreendedores, eles informaram que foram investidos, até o momento, R$ 14 milhões, e que o CLM Subaé possui 26 mil metros quadrados de área pavimentada e 8 quilômetros de área murada.

Além da venda dos lotes do CLM Subaé, os empreendedores destacaram a modalidade de negócio ‘Built to Suit’. Trata-se de uma opção de contrato de locação de longo prazo, no qual o imóvel é construído pelos empreendedores para atender os interesses do locatário.

Características do empreendimento

— O CLM Subaé é um empreendimento imobiliário para os segmentos comercial, industrial e de logística. Ele está situado a 50 metros da Rodovia BR 324 (ao lado da indústria Vipal Borrachas), em um terreno com 319 mil metros quadrados, sendo 220 mil metros quadrados destinados a área bruta locável, 36 mil metros quadrados à área verde e 63 mil metros quadrados para o sistema viário do Multiuso e área institucional do município.

— O Centro Logístico possui infraestrutura completa, com sistema viário pavimentado para tráfego de caminhões pesados, rede elétrica de alta tensão, rede de água potável, rede de voz e dados, rede de gás, sistemas de esgotamento sanitário e drenagem pluvial.

— O empreendimento foi divido em cinco módulos com área que oscilam entre 40 e 50 mil metros quadrados. Os módulos podem ser agrupados em áreas maiores e um deles foi projetado para venda de lotes fracionados. Além da infraestrutura citada, os módulos contam com muro em concreto armado, e sistema de guarita blindada.

Confira vídeo

Empresário Carlos Kruschewsky Filho e o prefeito José Ronaldo de Carvalho, durante visita ao CLM Subaé.
Empresário Carlos Kruschewsky Filho e o prefeito José Ronaldo de Carvalho, durante visita ao CLM Subaé.
João Pedro Kruschewsky, Carlos Kruschewsky Filho, José Ronaldo de Carvalho.
João Pedro Kruschewsky, Carlos Kruschewsky Filho, José Ronaldo de Carvalho.
Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Carlos Augusto 9613 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).