Senado Federal: Frente pelas ‘Diretas Já!’ reafirma que a saída para a crise é pelo voto popular

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Reunião da Frente Suprapartidária pelas Diretas Já.
Reunião da Frente Suprapartidária pelas Diretas Já.
Reunião da Frente Suprapartidária pelas Diretas Já.
Reunião da Frente Suprapartidária pelas Diretas Já.

Parlamentares e representantes dos movimentos sociais, centrais sindicais e sociedade civil se reuniram na segunda-feira (10/11/2017), no Senado Federal, com um objetivo: fortalecer a rede nacional pelas Diretas Já. A reunião foi uma iniciativa do senador João Capiberibe (PSB-AP), coordenador da Frente Parlamentar Suprapartidária pelas Diretas Já.

As manifestações dos participantes foram unânimes: fortalecer o movimento em todas as regiões do Brasil por meio de atos pró eleições diretas; definir um calendário desses atos; criar um plano de comunicação para divulgar o movimento; apoiar o voto do relator na Comissão de Constituição e Justiça e Cidadania (CCJC) da Câmara de acatar denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o presidente Michel Temer; criar uma secretaria-executiva da Frente pelas Diretas Já e produzir um vídeo do movimento.

— Temer está com os dias contados na Presidência e precisamos, principalmente, unificar o movimento pelas Diretas Já por meio de uma rede nacional de informações. A ideia é construir um acompanhamento por todos os Estados, ter atos e comitês pelo Brasil todo. Temos um ato dia 21 de julho na Paraíba, outro ainda esse mês, no Ceará, e dia 19 de agosto em Goiânia — informou Capiberibe.

A senadora Lídice da Mata (PSB-BA) destacou que o movimento pelas Diretas Já é muito vitorioso. Enumerou que já teve atos em vários Estados, como São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Bahia e defendeu a criação de um cronograma de atos por todo o Brasil.

— Precisamos que se constituam os Comitês pelo Brasil — afirmou Lídice.

Ela também mencionou que Temer e Rodrigo Maia possuem o mesmo DNA e que não oferecem uma saída para o País, reforçando a ideia das eleições diretas.

O deputado Enio Verri (PT-PR) informou que no final de semana passado ocorreu um ato em Curitiba para o lançamento das Diretas Já, com a presença da Juventude do Partido Socialista Brasileiro (PSB).

Edson Carneiro, o índio, da Frente Povo Sem Medo, falou “que com o agravamento da crise, o povo brasileiro não vai aceitar a imposição de Rodrigo Maia. Não existe saída para a crise que não seja pelas urnas”.

A deputada Alice Portugal (PCdoB-BA) afirmou que é fundamental fortalecer a Frente e sua consequente divulgação e elogiou a criação de uma secretaria-executiva da Frente para coordenar as ações das instâncias estaduais.

— Só assim teremos a real consolidação das Diretas Já — disse.

O tema da saída de Temer da Presidência foi mencionado por quase todos os participantes.

O deputado Glauber Braga (PSOL-RJ) ressaltou que o PSOL está de acordo com as decisões da reunião. Ele defendeu que o afastamento de Temer seja discutido durante o recesso parlamentar e a votação, somente em agosto.

— Nesse contexto, temos nossa janela de mobilização pelas Diretas Já — declarou.

O deputado José Guimarães (PT-CE), líder da Minoria na Câmara, ressaltou que é preciso unificar a bandeira em torno de pontos comuns e que essa semana será decisiva.

— O que aconteceu hoje na CCJ foi um passo gigantesco, mas ainda não é definitivo. Não podemos cantar vitória antes do tempo — avaliou.

A deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ) falou que o relatório da CCJ, na Câmara, nesta segunda, pelo acatamento da denúncia da PGR, pode dar uma virada no jogo.

— Nós precisamos focar na democracia das Diretas Já, jogar luz e consolidar a Frente e o movimento — defendeu.

Vicente Selistre, da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), afirmou que este é o momento de unir forças de todos os movimentos sociais, centrais sindicais e sociedade, em busca das Diretas Já. Leidiano Farias, da Frente Brasil Popular, concorda com ele e disse que acredita fortemente no potencial de massificação que tem a luta pelas Diretas Já.

A senadora Gleise Hoffmann (PT-PR) ressaltou que é fundamental medir como vai se agir com as decisões da Câmara dos Deputados.

— Precisamos ganhar tempo. Não reconhecemos nenhuma transição com o Rodrigo Maia. A saída são eleições diretas e montarmos um calendário de discussões para nortear nossas atividades — disse Gleisi.

Secretaria-Executiva

A criação da secretaria-executiva da Frente pelas Diretas Já foi muito bem aceita por todos. A primeira reunião vai acontecer nesta quinta-feira (13), na liderança do PSB, para dar encaminhamentos sobre o resultado da reunião. Essa secretaria ficará sob a coordenação do PSB, mas com representantes de várias lideranças políticas.

— Saímos daqui fortalecidos. Existe um cansaço de uma crise que já dura três anos. Os atos pelo Brasil vão fortalecer a certeza que o juiz da crise é o povo — afirmou o senador Capiberibe, que enviará um relatório com os resultados da reunião a todos os participantes.

Estiveram presentes as senadoras Lídice da Mata (PSB-BA), Gleisi Hoffmann (PT-PR) e Fátima Bezerra (PT-RN), os senadores Lindbergh Farias (PT-RJ) e Jorge Viana (PT-AC), os deputados Enio Verri (PT-PR), Henrique Fontana (PT-RS), Glauber Braga (PSOL-RJ), Wadih Damous (PT-RJ), e as deputadas Janete Capiberibe (PSB-AP), Alice Portugal (PCdoB-BA), Jandira Feghali (PCdoB-RJ) e Zenaide Maia (PR-RN), além do ex-presidente do PSB, Roberto Amaral, citado várias vezes durante a reunião.

A Intersindical, a Auditoria Cidadã, o MAS, a Associação Vocação, a CTB, o MST, a NCST; o SITRAEMG, a CUT, a Frente Brasil Popular, o MNCCD, a Frente Povo Sem Medo, o Conselho Federal de Economia, o INAÔ e o Movimento Camponês Popular foram movimentos sociais e centrais sindicais presentes.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113655 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]