Ex-presidente Dilma Rousseff diz que decisão do juiz Sérgio Moro é um escárnio, que golpistas cumprem roteiro embelecido pela mídia, e que povo resgatará Lula em 2018

Ex-presidente Lula e Dilma Rousseff durante o '6º Congresso Nacional do PT – Marisa Letícia Lula da Silva'.
Ex-presidente Lula e Dilma Rousseff durante o '6º Congresso Nacional do PT – Marisa Letícia Lula da Silva'.
Ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff. Dilma Rousseff presta solidariedade ao líder popular e expressa indignação com a decisão do juiz Sérgio Moro.
Ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff. Dilma Rousseff presta solidariedade ao líder popular e expressa indignação com a decisão do juiz Sérgio Moro.

Em nota, emitida nesta quarta-feira (12/07/2017), a ex-presidente Dilma Rousseff criticou severamente a decisão do juiz Sérgio Moro em condenar criminalmente o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Na avaliação de Dilma Rousseff, sem provas, golpistas cumprem o roteiro pautado por setores da grande imprensa. A ex-presidente, declara que “Lula é inocente. E o povo brasileiro saberá democraticamente resgatá-lo em 2018.”.

Confira a nota ‘A condenação de Lula é um escárnio’

A condenação de Luiz Inácio Lula da Silva, sem provas, a 9 anos e seis meses de prisão, é um escárnio. Uma flagrante injustiça e um absurdo jurídico que envergonham o Brasil. Lula é inocente e essa condenação fere profundamente a democracia.

Sem provas, cumprem o roteiro pautado por setores da grande imprensa. Há anos, Lula, o presidente da República mais popular na história do país e um dos mais importantes estadistas do mundo no século 21, vem sofrendo uma perseguição sem quartel.

Ontem, com indignação, assistimos à aprovação pelo Senado do fim da CLT. Uma monumental perda para os trabalhadores brasileiros.

Agora, assistimos essa ignominia que está sendo exercida contra o ex-presidente Lula com o objetivo de cassar seus direitos políticos.

O país não pode aceitar mais este passo na direção do Estado de Exceção.  As garras dos golpistas tentam rasgar a história de um herói do povo brasileiro.  Não conseguirão.

Lula é inocente. E o povo brasileiro saberá democraticamente resgatá-lo em 2018.

Nós iremos resistir.

Dilma Rousseff

Sobre Carlos Augusto 9707 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).