Câmara Municipal aprova cultivo da citronela no município de Feira de Santana

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Vereador Luiz Augusto de Jesus (Lulinha).
Vereador Luiz Augusto de Jesus (Lulinha).
Vereador Luiz Augusto de Jesus (Lulinha).
Vereador Luiz Augusto de Jesus (Lulinha).

Durante sessão da Câmara Itinerante, realizada nessa terça-feira (27/06/2017) no Dispensário Santana, localizado no bairro Jardim Acácia, os vereadores aprovaram, em primeira discussão, o projeto de lei nº 100/2017, de autoria do vereador Luiz Augusto de Jesus – Lulinha (DEM), que dispõe sobre o incentivo ao cultivo de citronela como método natural de combate à dengue e dá outras providências.

De acordo com a proposta, o cultivo da citronela deverá ser feito pelo Poder Público, mediante divulgação sobre os benefícios do cultivo e manipulação da planta medicinal em residências, comércios, indústrias e terrenos baldios. O objetivo é distribuir mudas dessa espécie, juntamente com ações de visita e mutirões de combate ao mosquito Aedes Aegypti. Também ficará a cargo do Poder Público o plantio da citronela nas margens de rios, riachos, praças, canteiros de avenidas e demais áreas públicas.

O autor da matéria, vereador Lulinha (DEM), destacou a importância da aprovação do projeto. “É um incentivo para combater esse mosquito, essa praga que vem matando muita gente em nosso país. Peço aos colegas vereadores que votem nesse projeto, que não gera custo nenhum e vai combater a proliferação desse mosquito que tem causado muitos problemas na saúde do povo de Feira, da Bahia e do Brasil”, disse.

O vereador José Carneiro Rocha (PSDB) questionou a Comissão de Constituição e Justiça e Redação o parecer favorável, ressaltando que a proposta irá gerar custos ao Município tendo em vista a necessidade de realização de compra das mudas para distribuição. Porém, diante do parecer favorável, o referido edil declarou voto a favor da aprovação do PL.

O vereador Zé Filé (PROS) opinou sobre a proposta. “O custo que o Município irá ter com a compra das mudas será uma economia posterior, porque deixará de gastar com o tratamento de pessoas infectadas pelo mosquito. Muitos idosos que pegam chikungunya passam até seis anos em tratamento. Daqui há dez, quinze anos o Município vai gastar menos com essas pessoas que estão indo para as policlínicas”, pontuou

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113791 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]