Projeto sugere criação do “Junho Vermelho” em incentivo à doação de sangue em Feira de Santana

Vereador Luiz Augusto de Jesus (Lulinha).
Vereador Luiz Augusto de Jesus (Lulinha).

Promover o incentivo à doação de sangue no município de Feira de Santana. Essa é a finalidade do Projeto de Lei nº 97/2017, de autoria do vereador Luiz Augusto de Jesus, Lulinha (DEM), que institui no âmbito do município o mês “Junho Vermelho”, dedicado à campanha de incentivo a doação de sangue e dá outras providências. O referido projeto foi aprovado por unanimidade dos presentes, em primeira discussão, nesta segunda-feira (19/06/2017), durante sessão itinerante realizada na Escola Municipal Rosa Maria Espiridião Leite, no distrito da Matinha.

Com a aprovação do PL, o “Junho Vermelho” passa a integrar o calendário oficial de datas e eventos do município e será realizado anualmente no mês de junho. A eventual campanha de incentivo à doação de sangue poderá ser realizada por meio de ações e campanhas a cada mês de junho e ficarão a cargo dos órgãos públicos municipais, fazendo parte do calendário anual de realização da pasta.

As ações educativas ficarão a cargo da Secretaria Municipal de Saúde, podendo ser realizadas em parceria com a iniciativa privada e entidades civis, organizações profissionais e científicas, com campanhas de conscientização visando aumentar o número de doadores.

Importância

 O autor da proposta, vereador Lulinha (DEM) destacou a importância da aprovação. “Sabemos que sangue é vida e muitas pessoas precisam de doação de sangue. Para incentivar também as pessoas a doarem mais sangue, os hospitais fazem campanha e por falta de bolsas de sangue muitas pessoas deixam de ser operadas e até chegam a óbito por falta de sangue”, afirmou.

Lulinha lembrou que existem leis em outras cidades com o mesmo sentido de incentivar a doação, especialmente no mês de junho, que por conta dos festejos juninos é um período que requer muitas doações nos hospitais para atender a demanda de vítimas de acidentes com fogos e de trânsito.

Observações

O vereador José Carneiro (PSDB) mostrou-se favorável à proposta, mas fez algumas observações. “Sou muito simpático à ideia apresentada através do projeto de autoria do vereador Lulinha, mas tem algumas questões que eu particularmente vou de encontro. Por que junho vermelho, já que é um mês de festa, onde as pessoas utilizam bebidas alcoólicas, perdem noite e muitas pessoas não estariam aptas a doarem sangue? Gostaria de sugerir ao vereador que escolhesse outra data onde não tivéssemos o risco de um projeto ser transformado em lei e não ser tão eficaz a princípio como deveria ser”, argumentou.

O vereador Edvaldo Lima (PP) também argumentou a escolha do mês pontuado no projeto. “Acho que a maioria das pessoas não bebe, apenas a minoria. Portanto acredito que a colocação do vereador José Carneiro é pertinente. Mas, acho que é justamente neste período que se fazem necessárias campanhas desse tipo”, opinou.

O vereador Roberto Tourinho (PV) também opinou. “Nosso país tem uma extensão continental, o Sul e Sudeste não comemoram festejos juninos no mês de junho como acontece na Bahia. As férias escolares e os festejos acontecem no mês de julho. É verdade que se tem uma quantidade maior de pessoas acidentadas, mas você também tem um número maior de pessoas impossibilitadas de doar sangue, então há pessoas mais carentes de sangue, porém boa parte da população não poderá doar”, afirmou.

João Bililiu (PPS) mostrou-se favorável à matéria. “Está de parabéns pelo projeto o vereador Lulinha, doar sangue é importante, é vida”, comentou.

 Em votação, o vereador Ewerton Carneiro – Tom (PEN) se pronunciou sobre o assunto. “Projeto de grande relevância para o povo de Feira, pois muita gente morre por falta de sangue”, pontuou.

 As despesas decorrentes desta Lei ficarão por conta de dotações orçamentárias. O Poder Público terá 60 dias para adequação, após a data de sua publicação.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109821 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]