Polícia prende em flagrante acusado de furtar água de residencial para abastecer carro-pipa em Feira de Santana

Embasa realiza fiscalização de rede de água e identifica desvio no consumo de água.
Embasa realiza fiscalização de rede de água e identifica desvio no consumo de água.

 

Embasa realiza fiscalização de rede de água e identifica desvio no consumo de água.
Embasa realiza fiscalização de rede de água e identifica desvio no consumo de água.

Na manhã de segunda-feira (05/06/2017), a Polícia Militar realizou autuou um homem em flagrante acusado de furtar água da rede de abastecimento da Embasa para encher um caminhão-pipa. O flagrante ocorreu após denúncia anônima feita à Embasa.

Os técnicos da empresa foram até o Residencial Asa Branca I e constataram o desvio feito na rede de abastecimento antes do hidrômetro de um dos blocos do residencial. Através da ligação clandestina na rede, o acusado enchia o carro-pipa durante a noite para, no dia seguinte, vender a água furtada. Identificada a irregularidade, a Embasa acionou as autoridades policiais.

“Além do risco de contaminar a água que abastece dezenas de residências e prejudicar o fornecimento dos vizinhos, o furto de água é um crime”, relembrou o gerente regional da Embasa, Euvaldo dos Santos Neto. “Estamos intensificando o combate a esta prática que traz tantos prejuízos à população. E sempre que possível, temos contando com o apoio da Polícia Militar para coibir esta prática”. Somente este ano, a Embasa localizou mais de 650 ligações clandestinas de água em Feira de Santana.

Crime previsto em lei – A prática de furto de água é qualificada como crime contra o patrimônio, de acordo com o artigo 155 do Código Penal Brasileiro. A pena prevista na lei é reclusão de um a quatro anos, além de multa. Quem for pego em flagrante será conduzido a uma delegacia, onde o auto de prisão será lavrado, e o infrator responderá criminalmente pelo furto de água.

A população pode denunciar os casos de fraude no abastecimento e furto de água ligando para o teleatendimento da Embasa, através do telefone 0800 0555 195.

*Com informações da EMBASA.

Sobre Carlos Augusto 9451 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).