Feira de Santana: vereador reclama de ações da SMTT

Alberto Nery: chegou ao ponto da população se revoltar e queimar o carro do preposto.
Alberto Nery: chegou ao ponto da população se revoltar e queimar o carro do preposto.
Alberto Nery: chegou ao ponto da população se revoltar e queimar o carro do preposto.
Alberto Nery: chegou ao ponto da população se revoltar e queimar o carro do preposto.

O vereador Alberto Nery (PT), no uso da tribuna no último dia da 1ª etapa do 1º período da 18ª Legislatura, lamentou que a cidade de Feira de Santana vá na contramão da realidade brasileira, mesmo com todo o investimento realizado. “A cidade mantém aquele velho hábito do coronelismo”, completou.

Nery falava sobre a perseguição dos prepostos da Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) a um carro clandestino que estava realizando transporte de passageiros, o conhecido ligeirinho. “Chegou ao ponto da população se revoltar e queimar o carro do preposto. Isso é um absurdo”, criticou.

Segundo Nery, todos sabem onde são os pontos em que deve se combater os ligeirinhos. “Em frente a Receita Federal, no Nordestino, no Feira Tênis Clube e no Supermercado Todo Dia são os pontos onde o novo secretário deve procurar os ligeirinhos. O que não pode é sair por aí em alta velocidade correndo o risco de atropelar pessoas, armados e atirando podendo atingir inocentes que nada tem a ver com essa situação”, afirmou.

Estacionamento no CA

O vereador ainda reclamou que foi fechado o estacionamento na parte em que é comercializado carnes no Centro de Abastecimento e está funcionando apenas o estacionamento onde se comercializa farinhas.

O novo secretário, ainda de acordo com o vereador, colocou uma viatura no local onde os agentes ficam de dentro multando, sem nem mesmo haver uma abordagem.

“As pessoas que vão aquele local, vão para comprar, ficam no máximo dez minutos e imediatamente retornam aos seus veículos para ir embora. Esse é um Governo perseguidor de trabalhadores e de pessoas que estão ganhando a sua vida dignamente”, explicou.

Nery reclamou ainda que de forma arbitrária com que o poder público vem colocando tatames em toda a área do Centro de Abastecimento. “Não poderia deixar de fazer essa denúncia antes do recesso”, findou.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 115150 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.