Bahia avança na Educação e derruba evasão escolar; de acordo com o Censo Escolar, repetência caiu em 1,6 pontos e evasão foi reduzida em 5,8%.

Governador Rui Costa visita unidade de ensino. Censo escolar apresenta avanço da educação na Bahia.
Governador Rui Costa visita unidade de ensino. Censo escolar apresenta avanço da educação na Bahia.
Governador Rui Costa visita unidade de ensino. Censo escolar apresenta avanço da educação na Bahia.
Governador Rui Costa visita unidade de ensino. Censo escolar apresenta avanço da educação na Bahia.

A educação da Bahia avançou em todos os níveis e etapas da Educação Básica, compostos pelos anos iniciais e anos finais do Ensino Fundamental, e Ensino Médio, de 2007 a 2015. Os indicadores de fluxo escolar da Educação Básica, que avaliam a transição do aluno entre dois anos consecutivos, considerando a promoção, repetência, evasão e migração para a Educação de Jovens e Adultos (EJA), demonstram que a Bahia avançou 7,6 pontos percentuais na promoção, saindo de uma taxa de 64% em 2007 para 71,6% em 2015, no Ensino Médio. A taxa de evasão foi reduzida em 5,8 pontos percentuais no mesmo período e a repetência caiu em 1,6 pontos percentuais. Os dados fazem parte do Censo Escolar, divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Em relação aos anos iniciais do Ensino Fundamental, a taxa de promoção avançou 11,4 pontos percentuais entre 2007 e 2015, quando chegou a 82,5%, e a repetência diminuiu em 8,4 pontos percentuais no mesmo período. Já a taxa de evasão era de 6,7% em 2007 e caiu para 4,1% em 2015. Os dados dos anos finais do Ensino Fundamental também apontam avanços. A taxa de promoção cresceu 6,1 pontos percentuais no período de 2007 a 2015, chegando a 70% em 2015. A repetência caiu 2,1 pontos percentuais e a evasão escolar recuou 4,1 pontos percentuais no mesmo período, chegando a 7,1% em 2015.

Os resultados demonstram o compromisso do Governo do Estado com a educação pública desde o início da série histórica, em 2007, quando lançou o programa Todos Pela Escola. Um dos principais objetivos deste programa foi estabelecer um pacto com os municípios, para apoiar a melhoria dos índices no Ensino Fundamental. Agora, o Governo continua a avançar nesta direção com o Educar Para Transformar, que em 2017 firmou pacto com 389 municípios.

Programas como o de Ensino Médio por Intermediação Tecnológica (Emitec), que transmite aulas, via satélite e em tempo real, para todas as telessalas espalhadas por 414 localidades do Estado, para 21.120 alunos, fazem a educação chegar nos locais mais longínquos da Bahia. Outras ações do Governo fundamentais para o avanço da educação são a reestruturação do eixo pedagógico na rede estadual; os projetos de empreendedorismo nas escolas; o apoio aos municípios com a formação de educadores; a ampliação de escolas em tempo integral; e o incentivo às práticas científicas com o programa Ciência na Escola.

Os números inéditos foram revelados nesta semana, durante o ‘Seminário 10 Anos de Metodologia de Coleta de Dados Individualizada dos Censos Educacionais’, que celebrou uma década da metodologia da pesquisa.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 106678 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]