Secretário executivo do Ministério da Transparência assume interinamente pasta

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Wagner de Campos Rosário assume interinamente Ministério da Transparência.
Wagner de Campos Rosário assume interinamente Ministério da Transparência.
Wagner de Campos Rosário assume interinamente Ministério da Transparência.
Wagner de Campos Rosário assume interinamente Ministério da Transparência.

O Palácio do Planalto informou que o Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU) será comandado interinamente pelo atual secretário executivo da pasta, Wagner de Campos Rosário. Nesta manhã, o deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR) recusou o convite do presidente Michel Temer para assumir o cargo.

Formado em Educação Física e mestre em Corrupção e Estado de Direito, Wagner de Campos Rosário é servidor de carreira da CGU desde 2009, como Auditor de Finanças e Controle. Ele ocupava a secretaria-executiva do órgão desde agosto do ano passado. Antes, era capitão do Exército, tendo atuado como fiscal administrativo e chefe do Serviço de Fiscalização de Produtos Controlados no estado do Espírito Santo.

Serraglio ocupava o cargo de ministro da Justiça e Segurança Pública até o último domingo (28), quando Temer anunciou sua substituição pelo advogado Torquato Jardim, que até então estava à frente da CGU. Apesar de o anúncio ter sido feito no dia 28, por meio de nota do Palácio do Planalto, as exonerações e nomeações ainda não foram publicadas no Diário Oficial da União.

Na nota à imprensa, o presidente também agradeceu o “empenho e dedicação” de Serraglio na pasta da  Justiça. O comunicado também informa que a posse de Torquato no novo ministério ocorrerá nesta quarta-feira (31) às 15h.

Ao recusar o convite do Planalto, Serraglio reassume o mandato na Câmara, que vinha sendo exercido pelo suplente, Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), ex-assessor especial de Temer flagrado pela Polícia Federal (PF) carregando uma mala com R$ 500 mil que, segundo investigações, foi enviada pelo empresário Joesley Batistas, dono do frigorífico JBS, como pagamento de propina. A mala e o dinheiro foram devolvidos à PF.

*Com informação da Agência Brasil.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113791 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]