Salvador sedia o X Encontro Ministros da Cultura da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa

Evento da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa ocorre em Salvador.

Evento da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa ocorre em Salvador.

De 2 a 7 de maio de 2017, Salvador sediará o X Encontro Ministros da Cultura CPLP – Comunidade dos Países de Língua Portuguesa que e traz como centro das discussões o fortalecimento da Língua Portuguesa e das manifestações culturais associadas ao idioma, além de fomentar os intercâmbios culturais, reforçar os laços históricos e promover iniciativas comuns que valorizem o espaço de expressão linguística a que pertencem os países da CPLP.

Dia 5 de maio é considerado o Dia Internacional da Língua Portuguesa e da Cultura Pelos Países Lusófonos. A data foi oficializada em 2009, no âmbito da CPLP, com o objetivo de promover o sentido de comunidade e de pluralismo dos falantes do português. Na ocasião, Governos e sociedade civil celebram a relevância do idioma como parte da identidade dos povos lusófonos.

O evento, composto pelo Brasil, Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, Timor Leste e São Tomé e Príncipe, visa o foro multilateral privilegiado para o aprofundamento da amizade mútua e da cooperação entre os membros. Durante o encontro, Salvador será designada Capital da Cultura da CPLP, até o fim do período de vigência da presidência rotativa do Brasil no bloco em 2018, e será revisto o Plano Estratégico de Cooperação Cultural Multilateral da Comunidade. A expectativa é que seja estabelecida uma instância formal responsável por coordenar políticas públicas relacionadas à proteção, salvaguarda e promoção do patrimônio cultural material e imaterial dos nove países de língua portuguesa. Também será anunciada a criação do Prêmio Monteiro Lobato de Literatura para a Infância e a Juventude entre os governos de Brasil e Portugal, por meio do qual serão premiados anualmente autor e ilustrador dos países lusófonos. Além disso, devem ser apoiadas iniciativas internacionais de produção cultural.

A Fundação Gregório de Mattos, em parceria com o MinC, desenvolveu uma programação gratuita especial para o período. Do dia 02 a 07, das 14h às 19h, o Teatro Gregório de Mattos apresenta a última semana da exposição “De Timor Leste a Portugal: um olhar brasileiro”. A mostra reúne imagens registradas pelo fotógrafo Valmyr Ferreira durante oficinas de teatro, interpretação, improvisação, iluminação e caracterização realizadas gratuitamente em Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe, Timor-Leste e Portugal.  A ideia da exposição foi da produtora brasileira Tania Pires e surgiu durante o Festival Internacional de Teatro da Língua Portuguesa (Festlip) de 2010, no Rio de Janeiro, evento que ocorre há dez anos.

As oficinas fotografadas por Valmyr foram oferecidas gratuitamente nos países e idealizadas por Tania, que selecionou currículos para formar as turmas de 25 pessoas, que se reuniam em centros culturais ou embaixadas do Brasil. Foram 12 dias em cada país e houve uma identificação imediata dos falantes da mesma língua durante as oficinas, mas em cada lugar as propostas apresentadas foram encaradas de forma diferente.

A Casa do Benin traz de volta a Exposição Telas da Cidade. A mostra foi montada com obras do acervo do Museu da Cidade que retratam Salvador e seus encantos. Estão expostas a Planta da Cidade do Salvador do Livro que dá Razão ao Estado do Brasil, do início do século XVII; a Planta da Restituição da Bahia, de 1625; a Planta da Retomada da Cidade do Salvador, em 1625, por Dom Fradique de Toledo Osório, quadro espanhol e à Planta de Adolfo Morales de Los Rios, de 1898.A Planta da Cidade do Salvador do Livro que dá Razão ao Estado do Brasil, do início do século XVII; a Planta da Restituição da Bahia, de 1625; a Planta da Retomada da Cidade do Salvador, em 1625, por Dom Fradique de Toledo Osório, quadro espanhol e à Planta de Adolfo Morales de Los Rios, de 1898.

Quem visitar o local, ainda pode apreciar a Exposição Permanente Pierre Verger, que apresenta objetos e obras de arte da região do Golfo do Benin, de onde desembarcaram a maioria dos negros que povoaram o Recôncavo. Este acervo pertence, em sua maioria, à coleção do antropólogo e fotógrafo francês.

A Casa abre todos os dias para visitação, de terça a sexta, das 10h às 17h.

O Cinema na Praça leva os filmes “Axé” e “Jonas e o Circo Sem Lona”,para o Largo do Santo Antônio, respectivamente nos dias 04 e 05, sempre às 19h. A ação é composta por uma van com telão e projetor, exibindo filmes gratuitamente em praças da cidade.

No Mercado Modelo, o Viver o Mercado traz, dia 05, às 19h, o Pôr-do-sol no Mercado com o grupo Suinga. No sábado, dia 06, acontece mais um Encontro com as Baianas, que recebem os visitantes vestidas a caráter, posando para fotos, contando a história do Mercado Modelo, além de distribuir muito sorriso e alegria para baianos e turistas gratuitamente, e no domingo (07), o Domingão no Mercado, às 10h30, com as Filhas de Gandhi.

No domingo (07), na Igreja do Carmo, acontece o Concerto nas Igrejas, às 11h.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]