Música ‘O Trono do Estudar’ é ode às lutas sociais da esquerda do Brasil por educação de qualidade

A compositora Dani Black escreveu a letra da música ‘O Trono do Estudar’, em homenagem à ocupação das escolas estaduais de São Paulo.
A compositora Dani Black escreveu a letra da música ‘O Trono do Estudar’, em homenagem à ocupação das escolas estaduais de São Paulo.
A compositora Dani Black escreveu a letra da música ‘O Trono do Estudar’, em homenagem à ocupação das escolas estaduais de São Paulo.
A compositora Dani Black escreveu a letra da música ‘O Trono do Estudar’, em homenagem à ocupação das escolas estaduais de São Paulo.

A música “O Trono do Estudar”, foi composta por Dani Black em apoio à luta dos estudantes de São Paulo, contra a medida de fechamento de 100 escolas, promovida pelo governo estadual de Geraldo Alckmin (PSDB), foi gravada por dezoito artistas, entre eles Chico Buarque, Dado Villa-Lobos, Paulo Miklos e Zélia Duncan.

A música foi cantada durante a Virada Ocupação, realizada nos dias 6 e 7 de dezembro de 2015. O evento reuniu artistas a exemplo de Tiê, Criolo, Pitty e Emicida.

Observa-se que o fato gerador da música de protesto ocorreu há alguns anos, mas a música mantém a perenidade em decorrência da constante luta pelo direito social a educação de qualidade.

Confira letra da música ‘O Trono do Estudar’

Ninguém tira o trono do estudar

Ninguém é o dono do que a vida dá

Ninguém tira o trono do estudar

Ninguém é o dono do que a vida dá

E nem me colocando numa jaula

Porque sala de aula essa jaula vai virar

E nem me colocando numa jaula

Porque sala de aula essa jaula vai virar

A vida deu os muitos anos da estrutura

Do humano à procura do que Deus não respondeu

Deu a história, a ciência, arquitetura

Deu a arte, deu a cura e a cultura pra quem leu

Depois de tudo até chegar neste momento me negar

Conhecimento é me negar o que é meu

Não venha agora fazer furo em meu futuro

Me trancar num quarto escuro e fingir que me esqueceu

Vocês vão ter que acostumar

Ninguém tira o trono do estudar

Ninguém é o dono do que a vida dá

Ninguém tira o trono do estudar

Ninguém é o dono do que a vida dá

E nem me colocando numa jaula

Porque sala de aula essa jaula vai virar

E nem me colocando numa jaula

Porque sala de aula essa jaula vai virar

E tem que honrar e se orgulhar do trono mesmo

E perder o sono mesmo pra lutar pelo o que é seu

Que neste trono todo ser humano é rei

Seja preto, branco, gay, rico, pobre, santo, ateu

Pra ter escolha, tem que ter escola

Ninguém quer esmola, e isso ninguém pode negar

Nem a lei, nem estado, nem turista, nem palácio

Nem artista, nem polícia militar

Vocês vão ter que engolir e se entregar

Ninguém tira o trono do estudar

Confira vídeo

Sobre Carlos Augusto 9404 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).