Vereador parabeniza grupo teatral e repercute violência em Feira de Santana

Vereador Roberto Luis da Silva Tourinho.
Vereador Roberto Luis da Silva Tourinho.
Vereador Roberto Luis da Silva Tourinho.
Vereador Roberto Luis da Silva Tourinho.

Em pronunciamento, no grande expediente da sessão ordinária desta segunda-feira (10/04/2017), o vereador Roberto Tourinho (PV) parabenizou o Grupo Teatral Renascer, pela apresentação do espetáculo Vida, Paixão e Morte de Cristo e repercutiu a notícia de que Feira de Santana ocupa a 15ª posição do ranking de cidades violentas do Brasil.

“Nos dias 7, 8 e 9 de abril o Grupo Teatral Renascer apresentou o espetáculo Vida, Paixão e Morte de Cristo no Parque de Exposição de Feira de Santana. O Grupo está completando 30 anos e realiza esta apresentação há muitos anos em nossa cidade. A cada ano que passa recebe um público ainda mais significativo.  Quero aqui parabenizar a todos que fazem parte deste Grupo na pessoa da diretora Isa Miranda. São mais de 150 atores que se apresentam, não só em Feira de Santana, mas também em várias cidades da Bahia. Parabenizo também as bandas católicas que fizeram shows antes do espetáculo”, parabenizou Tourinho.

Tratando da informação de que Feira de Santana ocupa a 15ª posição em uma pesquisa que aponta as cidades mais violentas do país, Tourinho disse não tratar do mérito da pesquisa nem dos critérios utilizados para ela, uma vez que a Secretaria de Segurança Pública do Estado contestou a informação.

“Não me importa qual critério a ONG responsável pela pesquisa utilizou, o que me importa é que essa pesquisa reafirma o que estamos falando há dias nessa tribuna: estamos vivendo momentos difíceis com a insegurança na cidade. Sou sabedor do empenho que o coronel Adelmário Xavier tem com Feira, mas o que estamos verificando é que a escalada da violência está cada vez maior. O número dos homicídios em Feira se equipara ao de países que vivem em guerra e nós não estamos em guerra civil”, observou Tourinho.

Em aparte o vereador Edvaldo Lima (PP) disse que chamou a atenção dele o fato de na pesquisa não ter o nome de algumas cidades violentas, a exemplo do Rio de Janeiro. “Lá foram 51 policiais mortos em poucos dias e a cidade não está na pesquisa. Vitória do Espírito Santo, que todos sabem que é violenta, também não está. Será que posso acreditar nessa ONG”, questionou.

Em reposta Tourinho voltou a afirmar que não se prenderia a méritos da pesquisa, mas apenas ao fato de todos sentirem que a segurança pública em Feira está deixando a desejar. “Quero discutir a escalada da violência. Só ano passado foram 366 homicídios, mais de um por dia. Não podemos vivenciar isso calados”, finalizou.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112836 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]