Câmara Municipal de Feira de Santana aprova legislação atribuindo utilidade pública à Associação Beneficente Novo Tempo

Ewerton Carneiro da Costa (Tom).
Ewerton Carneiro da Costa (Tom).
Ewerton Carneiro da Costa (Tom).
Ewerton Carneiro da Costa (Tom).

De autoria do vereador Ewerton Carneiro – Tom (PEN) foi aprovado por unanimidade, em segunda discussão, o projeto de lei de nº 32/2017 na manhã desta quarta-feira (29/03/2017), na Câmara Municipal de Feira de Santana.

De acordo com a proposta, fica declarada como de utilidade pública municipal a Associação Beneficente Novo Tempo (ASM). A entidade tem sede no município de Feira de Santana.

Tom é contra fim da imunidade tributária de igreja evangélica

Durante o uso da tribuna, na sessão ordinária desta quarta-feira (29), na Câmara de Vereadores de Feira de Santana, o vereador Ewerton Carneiro, Tom (PEN), corroborou com o discurso do colega Edvaldo Lima (PP) sobre o casamento gay e informou a intenção de um senador de propor uma emenda à Constituição Federal, com o objetivo de findar com a imunidade tributária de igrejas evangélicas.

“Ouvi atentamente o pronunciamento do vereador Edvaldo Lima, que trouxe aqui um assunto de grande relevância ao povo cristão: o casamento gay. Esse é um assunto que interessa, principalmente, à família. Parabenizo o colega pela coragem de discursar sobre isso, pois muitos pensam dessa maneira mas têm medo do dia da eleição”, disse Tom.

Ainda no uso da tribuna Tom levou ao conhecimento de todos a intenção de um senador em propor uma emenda à Constituição Federal- CF, onde põe fim à imunidade tributária de igrejas evangélicas. Segundo ele, as igrejas trabalham 24 horas por dia no intuito de tirar das ruas pessoas que estão envolvidas no mundo das drogas e do crime.

“Essa emenda à CF é uma proposta indecente. As igrejas fazem hoje um trabalho social muito importante que o Poder Público não faz e também não ajuda com recursos. O dinheiro arrecadado nas igrejas, proveniente de dízimos e ofertas, é utilizado para essas ações. Eu não tenho nada contra centros espíritas ou terrenos de umbanda, mas quero saber porque essa emenda só atingirá às igrejas evangélicas. Acredito que só pode ser um movimento com a intenção de prejudicar as igrejas, pois em todas as casas políticas têm representantes evangélicos e isso deve estar incomodando”, observou Tom.

Em aparte o vereador Edvaldo Lima (PP) disse que muitos políticos querem tirar os cristãos da política. “Nesse país 95% das pessoas são cristãs. Eles terão que conviver com a democracia cristã”, disse.

Também em aparte, Cadmiel Pereira (PSC) disse que a CF concede a todos o direito de ir e vir e que se esta emenda for aprovada atinge a todos os templos religiosos e não apenas às igrejas evangélicas. “Vai atingir terreiros de candomblé, centros espíritas e outros. Sabemos que as ofertas recebidas são para ajudar nas ações sociais”, pontou.

De volta com a palavra Tom lembrou os trabalhos das unidades terapêuticas. “Temos uma do sargento Izidório, que realiza um trabalho de excelência em Salvador e região. Não há um projeto do Poder Público nesse sentido. Então, não sei o por quê que esse senador quer ir de encontro às igrejas evangélicas”, findou.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 111239 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]