Auditores Fiscais do Trabalho fiscalizam jornada de trabalho de caminhoneiros em Feira de Santana

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Auditores Fiscais do Trabalho fiscalizam jornada de trabalho de caminhoneiros.
Auditores Fiscais do Trabalho fiscalizam jornada de trabalho de caminhoneiros.
Caminhão.
Caminhão.

Equipe de Auditores-Fiscais do Trabalho e agentes da Polícia Rodoviária Federal realizaram na quarta-feira (12/04/2017) operação conjunta na BR 116 Sul em Feira de Santana com o objetivo de verificar o cumprimento da legislação trabalhista e de trânsito pelas empresas de transporte de cargas.

A ação faz parte da Campanha Nacional de Prevenção de Acidentes do Trabalho – CANPAT 2017, desenvolvida pelo Ministério do Trabalho em parceria com outros órgãos com o objetivo de sensibilizar a sociedade para a importância do desenvolvimento de uma cultura de prevenção de acidentes e doenças do trabalho.

Nos últimos cinco anos, foram registrados, em média, 710 mil acidentes do trabalho por ano. Desse total, 2.800 resultaram em morte. Ainda, 1.500 desses acidentes resultaram em sequelas permanentes. Estimam-se 115 mil casos por ano de adoecimento de trabalhadores em razão do trabalho. Foram mais de 7 milhões de dias de trabalho perdidos a cada ano em razão dos afastamentos por doenças ocupacionais e acidentes do trabalho.

Um dos destaques da CANPAT 2017 é o setor de Transportes Terrestres, que ocupa o primeiro lugar em quantidade de óbitos e o segundo lugar em incapacitações permanentes, daí a realização de um operativo nacional nesse setor. Cerca de 15% das mortes registradas são de motoristas de caminhão. Jornadas excessivas, privação do sono, fadiga e estresse são problemas identificados no setor.

Esses acidentes geram despesas em torno de 11 bilhões de reais por ano apenas para a Previdência Social.

Estão de fora dessa conta os acidentes não notificados e os eventos envolvendo trabalhadores autônomos, informais, servidores públicos e empregados domésticos. Também não são contabilizados nesses números os gastos com tratamento de Saúde, perda de produtividade e indenizações, entre outros.

Segundo a OIT, ao incluir esses custos, a cifra pode alcançar, mais de 200 bilhões de reais por ano, ou seja, mais de 4% do PIB do Brasil.

O envolvimento de cada cidadão brasileiro é essencial para alcançarmos uma cultura de prevenção no ambiente de trabalho.

CANPAT

A campanha integra o movimento Abril Verde, conjunto de ações realizadas pela sociedade para dar visibilidade ao tema da segurança e saúde no trabalho. O tema da CANPAT em 2017 é “Conhecer para Prevenir” e o dia 28 de Abril é o Dia Mundial de Segurança e Saúde no Trabalho e Dia Nacional em Memória às Vítimas de Acidentes do Trabalho. Por isso o mês de abril foi escolhido para representar a nossa Campanha! E a cor verde representa a segurança e saúde no trabalho!

A força simbólica do 28 de abril

A Organização Mundial do Trabalho (OIT) instituiu em 2003 a data de 28 de abril como o Dia Mundial de Segurança e Saúde no Trabalho, em razão da explosão de uma mina de carvão na cidade de Farmington, no estado da Virgínia, nos Estados Unidos, em 1969, que resultou na morte de 78 trabalhadores. A lei nº 11.121/2005 instituiu no Brasil o Dia Nacional em Memória das Vítimas de Acidentes de Trabalho, cuja data também 28 de abril.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113486 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]