UFRB, Governo do Estado e Embrapa realizam parceria para dar início ao Projeto Recôncavo

Governador Rui Costa autoriza a SDR/CAR a formalizar contratos com a EMBRAPA e UFRB, através da Fapex, e Convênios com 12 Associações e Cooperativas de Cruz das Almas e municípios vizinhos, no âmbito do Projeto Bahia Produtiva em Cruz das Almas.
Governador Rui Costa autoriza a SDR/CAR a formalizar contratos com a EMBRAPA e UFRB, através da Fapex, e Convênios com 12 Associações e Cooperativas de Cruz das Almas e municípios vizinhos, no âmbito do Projeto Bahia Produtiva em Cruz das Almas.
Governador Rui Costa autoriza a SDR/CAR a formalizar contratos com a EMBRAPA e UFRB, através da Fapex, e Convênios com 12 Associações e Cooperativas de Cruz das Almas e municípios vizinhos, no âmbito do Projeto Bahia Produtiva em Cruz das Almas.
Governador Rui Costa autoriza a SDR/CAR a formalizar contratos com a EMBRAPA e UFRB, através da Fapex, e Convênios com 12 Associações e Cooperativas de Cruz das Almas e municípios vizinhos, no âmbito do Projeto Bahia Produtiva em Cruz das Almas.

O reitor da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), Silvio Soglia, participou na manhã do último sábado (11/03/2017) da agenda de compromissos do governador Rui Costa em Cruz das Almas.  Na ocasião, foi autorizada a formalização de contratos com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e o Governo do Estado, além de convênios com 12 associações e cooperativas de Cruz das Almas e municípios vizinhos.

A parceria de assistência técnica denominada “Projeto Recôncavo” visa fortalecer as cadeias produtivas da mandioca e fruticultura e atenderá 3.600 agricultores e agricultoras familiares dos municípios de Cruz das Almas, Governador Mangabeira e Sapeaçu.  A iniciativa prevê investimentos na ordem de R$ 2,9 milhões, no âmbito do Projeto Bahia Produtiva, executado pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural (SDR), por meio da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR).

O reitor da UFRB, Silvio Soglia, destacou que a execução do projeto será realizada através de ações coordenadas por professores e contará com a participação de estudantes e pesquisadores das instituições que irão, em conjunto com as associações, promover ações de organização da produção e da construção de agroindústrias.”Para nós, é muito importante porque desenvolve a parte de extensão da universidade e ao mesmo tempo beneficia o produtor da agricultura familiar”, disse. O reitor observou ainda que além da vivência, os estudantes receberão uma bolsa que irá contribuir para cobrir os custos com a vida acadêmica.

O secretário da SDR, Jerônimo Rodrigues, destacou que serão investidos mais de R$ 2 milhões, no Projeto Recôncavo visando atender ao agricultor familiar, na elevação da renda, melhoria na produção e qualificação dos produtos para o mercado.

De acordo com o diretor-presidente da CAR, WIlson Dias, “a expertise que a UFRB e a Embrapa adquiriram nos últimos anos, experimentando e desenvolvendo tecnologias para a produção,da citricultura e mandiocultura, vai ajudar muito a fortalecer as ações do governo na medida em que teremos as condições, nesse território, de expandir com maior eficiência, os subprojetos das associações e cooperativas que irão desenvolver atividades de produção, fomento e agroindustrialização, tanto da mandioca, quanto da fruticultura. Os investimentos do projeto Recôncavo tem como diferencial esse suporte tecnológico dessas duas instituições, para desenvolver as melhores tecnologias de produção e beneficiamento desses produtos da agricultura familiar”, explica.

Para Carlos Estêvão Leite Cardoso, chefe substituto da Embrapa Mandioca e Fruticultura, de Cruz das Almas, o projeto permitirá minimizar problemas existentes na região. “O aspecto importante nesse projeto é que ele consegue, além de entender as demandas dos agricultores familiares, articular forças importantes nessa região para implementar o projeto, e será importante para os agricultores familiares, que terão capacitação em tecnologias importantes na área de irrigação, além de minimizar aspectos relacionados à regularização fundiária”, explica.

O Projeto Recôncavo inclui ações de regularização fundiária e ambiental, construção de seis agroindústrias de beneficiamento de frutas, seis de beneficiamento da mandioca e ainda, a instalação de seis unidades didáticas de referência de difusão de tecnologias de produção e agroindustrialização da mandioca, inhame e frutas tropicais.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 111143 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]