The New York Times: austeridade do Governo Temer é só “para os mais vulneráveis”

Jornal estadunidense relata que limites de investimentos de Temer “podem causar danos aos pobres pelas próximas décadas, especialmente em áreas como educação”Jornal estadunidense relata que limites de investimentos de Temer “podem causar danos aos pobres pelas próximas décadas, especialmente em áreas como educação”
Jornal estadunidense relata que limites de investimentos de Temer “podem causar danos aos pobres pelas próximas décadas, especialmente em áreas como educação”

Jornal estadunidense relata que limites de investimentos de Temer “podem causar danos aos pobres pelas próximas décadas, especialmente em áreas como educação”

Em reportagem publicada na sexta-feira (03/03/2017), o jornal norte-americano “The New York Times” critica a desigualdade nas reformas fiscais em curso no Brasil.  O periódico relata que enquanto os trabalhadores terão benefícios cortados, juízes e políticos têm aumentos de salários e cita que o Congresso, “em vias de aprovar uma reforma previdenciária”, agora está permitindo que seus membros obtenham pensão vitalícia depois de apenas dois anos.

O texto lembra que “o  Brasil está lutando para sair de sua pior crise econômica em décadas, e o presidente Michel Temer diz que o país precisa reduzir os gastos públicos para fazê-lo. No entanto, não ajudou seus péssimos índices de aprovação quando ele promoveu um generoso banquete para persuadir os membros do Congresso a apoiarem seus cortes no orçamento, com 300 convidados comendo camarão e filé mignon”.

Para o periódico, embora alguns sinais de recuperação econômica tenham surgido, a situação nas ruas e cidades pelo Brasil conta uma história diferente. “Esse governo fala sobre austeridade para todos, mas, é claro, a pressão cai sobre as pessoas mais vuneráveis” afirmou a professora Giovana Santos Pereira, entrevistada pelo NYT.

“O sistema tem tudo para aumentar a desigualdade, mas Temer está minimizando a ideia de que o Brasil precisa de uma reforma no estilo grego”, comenta Pedro Paulo Zahluth Bastos, economista da Unicamp. A falta de cobrança de impostos sobre os rendimentos de proprietários de ações também é citada como um dos pontos críticos.

Segundo o jornal, a volatilidade política e a economia fraca despertam uma falta de esperança nos Brasileiros. “Criticas estão atacando o limite de gastos, afirmando que ele pode causar danos aos pobres pelas próximas décadas especialmente em áreas como educação” afirma o periódico.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]