Tempo Integral: escolas estaduais da Bahia inspiram planejamento da rede do Distrito Federal

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Alunos da escolas estaduais da Bahia estudam em tempo integral.
Alunos da escolas estaduais da Bahia estudam em tempo integral.
Alunos da escolas estaduais da Bahia estudam em tempo integral.
Alunos da escolas estaduais da Bahia estudam em tempo integral.

A experiência da Educação em Tempo Integral da rede estadual de ensino da Bahia poderá subsidiar a Diretoria Distrital de Educação Básica de Brasília na implantação do Projeto de Rede Integrada de Educação Integral em 2017, no Distrito Federal. Para tanto, técnicos do órgão estão visitando escolas de Educação em Tempo integral, em Salvador, conhecendo a estrutura e os projetos pedagógicos desenvolvidos.

O secretário da Educação do Estado da Bahia, Walter Pinheiro, disse que o Estado tem investido na oferta da Educação em Tempo Integral ampliando os tempos e espaços de aprendizagem dos estudantes. “Neste ano, a Secretaria ampliou a oferta da Educação Integral em mais de quatro mil vagas nas escolas, beneficiando 21 mil estudantes. Estas escolas têm um projeto pedagógico diferenciado que leva em consideração a formação humana e integral dos estudantes. Por tanto, preparam os nossos estudantes para a vida, a partir de experiências educativas, científicas, artísticas, culturais e esportivas, fortalecendo a relação da escola com a família e a comunidade”, afirmou.

A coordenadora regional de Ensino do Plano Piloto, Ana Lúcia Marques de Paula Moura, disse que o projeto pedagógico das escolas da rede estadual da Bahia contribuirá para o planejamento que estão realizando no Distrito Federal. “No primeiro momento o nosso mote era apenas conhecer e resgatar alguns ideais da escola idealizada por Anísio Teixeira, que é a Escola Parque, pois estamos com a proposta de redesenhos das Escolas Parque do Distrito Federal. Mas, o que vimos aqui foi além das nossas expectativas, estamos tendo um aprendizado muito rico de troca de experiências e de muito partilhar com os gestores e a equipe da Secretaria da Educação da Bahia. Estamos levando muitas ideias e novidades das escolas da Bahia de volta para casa”, afirma.

Visitas

Nesta quinta-feira (30/03/2017), a equipe esteve no Colégio Estadual Luiz Fernando Macedo Costa, no bairro de Cajazeiras, acompanhada por gestores do Núcleo Territorial de Educação Salvador (NTE 26). Esta é uma escola de tempo integral, onde os estudantes ganham mais tempo e espaço para estudar, aprender e desenvolver ações pedagógicas em contextos diversos que aliam esporte, arte, trabalho, ciência e cultura. A unidade escolar conseguiu aumentar o desempenho no IDEB de 2.8 para 4.7, em 2015.  Os técnicos também visitam o Colégio Estadual Bento Gonçalves, na Fazenda Grande do Retiro. No colégio, um dos destaques é a integração entre a escola e a comunidade e o desenvolvimento de projetos de arte, cultura e esporte na­­­­­­­ promoção do protagonismo juvenil.

Já na quarta-feira (29), os técnicos do Distrito Federal, conheceram o Centro Educacional Carneiro Ribeiro, localizado na Caixa D’água. Formado pela Escola Parque, que oferece atividades complementares na perspectiva da Educação Integral, e por mais oito Escolas-Classe, o Centro Educacional Carneiro Ribeiro foi idealizado em 1947, pelo educador baiano Anísio Teixeira, e inaugurado em 1950. Desde então, tornou-se um exemplo de avançada proposta educacional voltada para preparar o estudante para uma sociedade em frequente mudança. Em um período, os estudantes têm todas as disciplinas do núcleo comum, como Matemática, Português, Geografia e, no outro turno, têm acesso a outras atividades oferecidas pelos Núcleos de Informação, Comunicação e Conhecimento, Pluralidade Esportiva, Pluralidade Artística, Jardinagem, Alimentação, Projetos Especiais, Leitura e Pesquisa e de atividades de altas habilidades.

Reconhecimento

Rowenna Brito, Coordenadora de Educação Integral, da Secretaria da Educação, comemora o reconhecimento. “O que faz a nossa rede ser uma referência é o nosso currículo integrado, fazendo um diálogo constante da Base Nacional Comum Curricular com a parte diversificada e um pouco do diálogo da territorialidade que o nosso currículo apresenta”, contou, ao acrescentar que “as unidades escolares têm autonomia na construção desse currículo, que não é rígido e fixo, é um currículo que tem vida, que tem movimento, que consegue fazer um diálogo entre a Base Nacional Comum. As disciplinas se complementam o tempo todo”.

Educação Integral

A rede estadual de Educação possui atualmente 93 unidades escolares de Educação em Tempo Integral, na capital e interior, contemplando 24 Núcleos Territoriais de Educação – NTE.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113705 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]