“Michel Temer tem sede de tirar direitos dos trabalhadores”, afirma senadora Lídice da Mata

Lídice da Mata: a terceirização precariza toda a relação de trabalho, quando amplia para as atividades fim.Lídice da Mata: a terceirização precariza toda a relação de trabalho, quando amplia para as atividades fim.
Lídice da Mata: a terceirização precariza toda a relação de trabalho, quando amplia para as atividades fim.

Lídice da Mata: a terceirização precariza toda a relação de trabalho, quando amplia para as atividades fim.

A senadora Lídice da Mata (PSB-BA) afirmou nesta sexta-feira (24/03/2017), durante encontro com vereadoras do seu partido, em Salvador, que o presidente Michel Temer (PMDB) tem sede de tirar os direitos dos trabalhadores. Os principais pontos criticados pela parlamentar foram os projetos de Terceirização e da Reforma da Previdência propostos pelo chefe do Executivo.

O evento contou com a presença do deputado federal Bebeto Galvão, do vereador Silvio Humberto, do primeiro-secretário do PSB, Rodrigo Hita, deputada Fabíola Mansur, além de militantes socialistas.

Para Lídice, “a terceirização precariza toda a relação de trabalho, quando amplia para as atividades fim”. Segundo a presidente do PSB baiano, o senado tem outro projeto, relatado pelo senador Paulo Paim (PT-RS), muito menos danoso e que ela espera que seja aprovado e sancionado pela Presidência da República. “Esperamos aprová-lo e que o presidente, que demonstra uma sede de tirar os direitos dos trabalhadores brasileiros, o sancione”.

Ainda durante o encontro, Lídice falou sobre a importância da capacitação para preparar as vereadoras. “Queremos que elas coloquem seus mandatos à serviço das políticas para as mulheres, por isso abordamos a utilização da Lei Maria da Penha, com a advogada Luciana Santos; Participação Política da Mulher, com a exposição da professora, assistente social e jornalista, Cláudia Correia  e matérias legislativas com a advogada e servidora pública da Câmara Municipal de Salvador, Iris Dourado.

A deputada estadual Fabíola Mansur também criticou as pautas propostas pelo Governo Federal. “Elas representam grandes retrocessos como a Reforma da Previdência, no momento em que equipara a idade mínima de aposentadoria”.

A parlamentar também destacou a presença de vereadoras dos quatro cantos da Bahia para dialogar e diminuir as distâncias, “pois precisamos afinar os nossos discursos em favor de um mundo de inclusão e com acesso à saúde, educação e segurança”.

Mulheres em ação – Luciana Cruz, da Secretaria Nacional de Mulheres do PSB, acredita que o encontro permitiu uma intensa troca de experiências para que sejam criadas políticas públicas para as mulheres em todo o Estado, além de não permitir que as conquistas obtidas no passado sejam revogadas.

Naira Gomes, do coletivo Marcha das Mulheres Crespas, o encontro de vereadoras do PSB foi mais um espaço de empoderamento, onde trocamos ideias e constituímos mais uma rede de comunicação.

Presidente da Câmara Municipal de Uibaí, na região de Irecê, Celeste Silva, afirmou que vai elaborar projetos de lei que garantam os direitos das mulheres em sua cidade. Durante explanação, a advogada Iris Dourado ressaltou a importância da instalação das comissões permanentes de Defesa dos Direitos das Mulheres em todas as câmaras de vereadores do País.

Lena Souza, militante tradicional do movimento de mulheres, aposta na manutenção de um contato permanente com as participantes do encontro.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]