Governador Rui Costa reabre hospital e entrega viaturas em Cruz das Almas

Fachada do Hospital Nossa Senhora do Bom Sucesso, em Cruz das Almas.

Fachada do Hospital Nossa Senhora do Bom Sucesso, em Cruz das Almas.

Em Cruz das Almas, populares cumprimentam governador Rui Costa.

Em Cruz das Almas, populares cumprimentam governador Rui Costa.

Mais uma unidade de saúde está pronta para atender a população do Recôncavo Baiano, com a reabertura do Hospital Nossa Senhora do Bom Sucesso. A unidade foi reinaugurada neste sábado (11/03/2017), pelo governador Rui Costa, que também entregou oito viaturas para as polícias Civil e Militar de municípios da região.

Rui ainda autorizou a Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), a formalizar contratos com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e a Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), além de convênios, por meio do programa Bahia Produtiva, com 12 associações e cooperativas de Cruz das Almas e municípios vizinhos.

Administrado pela Santa Casa de Cruz das Almas, o hospital – que estava fechado há quase três anos – possui 70 leitos e é referência na atenção à gestação de alto risco. Na visita, Rui desafiou o município a construir mais 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal e 17 de UTI semi-intensiva, garantindo o investimento do Governo do Estado em equipamentos.

Segundo o governador, no Brasil, adotou-se uma lógica de se distribuir hospitais por todas as cidades. “Isso é dinheiro do povo desperdiçado. Ao invés de ter hospitais nas cidades que não fazem cirurgia e não resolvem nada, é melhor ter apenas um que faz o que o povo da região precisa. Saúde é algo muito caro. Então, é preciso montar uma estrutura de saúde regional”, afirmou.

Rui comentou ainda que a regionalização da saúde está em andamento, inclusive com a construção de policlínicas. “Já vamos inaugurar as quatro primeiras em breve. Eu volto aqui nos próximos dias para autorizar a construção da Policlínica Regional do Recôncavo da Bahia. São R$ 22 milhões em cada policlínica, entre construção e equipamentos”.

Contratos

De acordo com o secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, o hospital foi reaberto por meio de dois contratos com o Estado – um para cirurgias ortopédicas e internações de obstetrícia e o outro para cirurgias eletivas. “Estão sendo investidos R$ 600 mil por mês, totalizando R$ 7,2 milhões por ano, para que a unidade seja totalmente sustentável”, explicou.

A dona de casa Rosália da Silva, 35 anos, tem um filho pequeno e aprovou a reabertura do hospital. “Muitas mães precisavam ir para longe em busca de tratamento. Agora ninguém mais vai precisar sair daqui”.

Bahia Produtiva

Na ocasião, o governador também explicou por que autorizou os convênios, que totalizam R$ 3 milhões, para assistência técnica e apoio à agricultura familiar. “A Bahia é o estado que tem o maior número de agricultores familiares. São 3 milhões de baianos que vivem da agricultura familiar. Não dá para pensar em desenvolver a Bahia sem melhorar a vida dos agricultores. Se o agricultor produzir melhor, ele vai ganhar mais, vai gastar o dinheiro na cidade, o comércio vai vender mais e vai empregar mais. A economia fica mais forte e a cidade melhora”.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]