Feira de Santana: equipe multidisciplinar do HEC recebe treinamento sobre violência doméstica

Equipe multidisciplinar do HEC recebe treinamento.
Equipe multidisciplinar do HEC recebe treinamento.
Equipe multidisciplinar do HEC recebe treinamento.
Equipe multidisciplinar do HEC recebe treinamento.

A equipe multidisciplinar do Hospital Estadual da Criança (HEC) / Liga Álvaro Bahia Contra a Mortalidade Infantil (LABCMI) recebeu, na manhã de segunda-feira (13/03/2017), um treinamento sobre violência doméstica, realizado por membros do Centro de Referência Maria Quitéria (CRMQ).

Por ser um tema de relevante importância e pelo fato de março ser o mês da mulher, a palestra foi aberta para outros colaboradores da unidade hospitalar, bem como para as acompanhantes de pacientes interessadas no assunto. A psicopedagoga Maria Luíza Coelho, coordenadora do CRMQ, frisou que as questões relacionadas à violência contra a mulher precisam de um olhar multidisciplinar.

“Aqui no HEC devem chegar muitos casos de acompanhantes de pacientes – sejam mães, tias, avós – que sofrem violência doméstica, e é muito importante que a equipe multidisciplinar da unidade, principalmente assistentes sociais e psicólogas, perceba essas questões e nos comuniquem para que possamos acompanhar os casos, orientar as vítimas e encaminhá-las para a rede de atenção e proteção à mulher em situação de violência”, explica a psicopedagoga.

Maria Luíza Coelho acrescenta: “Hoje, em Feira de Santana, a rede de atenção e proteção à mulher em situação de violência é composta pelo Centro de Referência, pela DEAM – Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher -, pelo Ministério Público, pela Vara de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher, pela Defensoria Pública do Estado da Bahia, pela Polícia Militar e pela Ronda Maria da Penha. Vale ressaltar que existe ainda uma central de atendimento à mulher cujo número é 180”.

A assistente social e coordenadora da equipe multiprofissional do HEC, Gilmara Lopes, revela que já ocorreram na unidade hospitalar alguns casos de mães que sofriam violência doméstica, e os mesmos foram devidamente identificados e encaminhados para a rede sócio-assistencial.

“Considero muito importante que esse treinamento ocorra para que possamos estar cada vez mais atualizados com o assunto e para que saibamos lidar com os possíveis casos que cheguem aqui de forma correta, a fim de que tratemos cada um de acordo com a sua especificidade”, declara Gilmara Lopes.

A assistente social pontua ainda que na unidade hospitalar houve um caso, em especial, em que a mãe possuía uma medida protetiva contra o pai do paciente internado. “A equipe multidisciplinar da unidade – composta por psicólogas, pedagoga e assistentes sociais – avaliou a medida e permitiu que a visita fosse feita à criança sem que a mãe tivesse contato com o pai”, conta.

Sobre o CRMQ

O Centro de Referência Maria Quitéria, em Feira de Santana, disponibiliza para as mulheres vítimas de violência doméstica atendimentos psicológico, jurídico, social e pedagógico de forma individualizada, busca resgatar a autoestima e a dignidade da mulher através de palestras, oficinas e grupos, bem como realiza trabalhos pedagógicos com as crianças enquanto as mães são assistidas e oferece aulas de dança.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 106708 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]