Empresário do setor de combustíveis denuncia fraude eletrônica na medição do abastecimento de veículos; confira vídeo

Fiscalização de postos de combustíveis pode está sendo ludibriada por sofisticado esquema de fraude.
Fiscalização de postos de combustíveis pode está sendo ludibriada por sofisticado esquema de fraude.
Fiscalização de postos de combustíveis pode está sendo ludibriada por sofisticado esquema de fraude.
Fiscalização de postos de combustíveis pode está sendo ludibriada por sofisticado esquema de fraude.

Um empresário do setor de combustíveis encaminhou vídeo, nesta segunda-feira (01/03/2017), em que é demonstrando como postos estão fraudando a fiscalização e os consumidores. No procedimento, as empresas aumentam ilegalmente as margens de lucro de 8% a 10%, apresentando informação diferente da quantidade de produto entregue. A fraude ocorre no momento do abastecimento dos veículos.

No vídeo encaminhado pelo empresário, um técnico demonstra que a fraude ocorre ao implantar um microprocessador, entre o sistema de leitura e a placa controladora da bomba de combustível. Na sequência, o microprocessador implantado é acionado após o abastecimento de 20 litros de combustível, em decorrência de ser essa a medida de teste da fiscalização federal.

Segundo o empresário que denunciou o esquema, cerca de 40% dos postos de combustível adotam esse sistema de fraude. Ele aconselha que os consumidores passem a abastecer em postos confiáveis.

Confira vídeo

Carlos Augusto
Sobre Carlos Augusto 9368 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).