Deputado Targino Machado critica sanção da Lei que amplia terceirização nas relações trabalhistas

Targino Machado: Michel Temer veio para tentar exterminar os direitos adquiridos dos trabalhadores brasileiros.

Targino Machado: Michel Temer veio para tentar exterminar os direitos adquiridos dos trabalhadores brasileiros.

Em pronunciamento realizado na quarta-feira (29/03/2017), na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), o deputado Targino Machado (PPS) criticou duramente a sanção da Lei que amplia as opções de terceirização das relações trabalhistas. Na avaliação do deputado, o presidente Michel Temer perdeu a sanidade ao retirar direitos decanos do trabalhador, instituídos pelo Governo Vargas. O parlamentar sintetizou a narrativa histórica da assunção ao poder de Michel Temer, lembrando que todos sabem como o peemedebista chegou à presidência da República, ou seja, através do Golpe Parlamentar de 2016.

— Inicialmente, o mordomo de filme de terror, Michel Temer, disse que aguardaria a aprovação pelo Senado de uma proposição em outros moldes para fazer a sanção. Mas mudou de ideia para mandar os trabalhadores mais cedo de volta para as senzalas, de volta à escravidão. Enquanto isso, o ex-presidente Getúlio Vargas, pai e patrono da CLT, está se contorcendo no túmulo por esse crime contra a nação brasileira. Temer foi conduzido à Presidência da República da forma que todos conhecemos, mas o que ele queria mesmo era ser protagonista de um filme de Hollywood: “O Exterminador do Futuro”. Temer veio para tentar exterminar os direitos adquiridos dos trabalhadores brasileiros! — Criticou Targino Machado.

Confira vídeo

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518), Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (SINJORBA), Associação Brasileira de Imprensa (ABI Nacional, Matrícula nº E-002907) e Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).