Cura da tuberculose pulmonar em Feira de Santana chegou a 83%

Equipe da secretaria da Saúde de Feira de Santana diagnosticou 160 novos casos da doença em 2016.
Equipe da secretaria da Saúde de Feira de Santana diagnosticou 160 novos casos da doença em 2016.
Equipe da secretaria da Saúde de Feira de Santana diagnosticou 160 novos casos da doença em 2016.
Equipe da secretaria da Saúde de Feira de Santana diagnosticou 160 novos casos da doença em 2016.

O índice de cura da tuberculose pulmonar em Feira de Santana, em 2016, chegou a 83% entre as pessoas que procuraram tratamento. No mesmo período foram diagnosticados 160 novos casos da doença – 26 a menos do que o ano anterior.

No dia 24 comemora-se o Dia Mundial de Combate à Tuberculose. Se o indivíduo tossir mais de três semanas, ter falta de apetite, perder peso, suor noturno, cansaço e dor no peito e febre no final da tarde, deve buscar orientação médica.

Os bairros que apresentaram maior incidência no ano passado foram o Aviário, com 25 casos, mais o Feira X, Tomba e a Mangabeira, com oito novos diagnósticos da doença.

A faixa etária de maior incidência é de 35 a 49 anos, com 62 casos de tuberculose pulmonar. E a maioria dos diagnósticos do ano passado foi verificado na faixa etária de 20 a 49, com 123 casos, que correspondem a 63,4%.

Teste rápido molecular, cultura e a baciloscopia de escarro são os métodos principais para o diagnóstico e para o controle de tratamento da tuberculose pulmonar por permitir a descoberta das fontes de infecção ou seja, os casos bacilíferos.

O Diagnóstico também é feito através de exame radiológico, hinstopatologico, prova tuberculínica e avaliação clínica. O tratamento é totalmente gratuito e geralmente depois de duas semanas de iniciado a pessoa não mais transmite a doença, que se de pessoa a pessoa.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109913 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]