Bahia recebe 307 mil testes rápidos para diagnóstico de Zika

Teste rápido para zika foi desenvolvido pela Bahiafarma.
Teste rápido para zika foi desenvolvido pela Bahiafarma.
Teste rápido para zika foi desenvolvido pela Bahiafarma.
Teste rápido para zika foi desenvolvido pela Bahiafarma.

Começa hoje (16/03/2017) a distribuição de 307 mil testes rápidos para diagnóstico do vírus Zika na Bahia. De acordo com a Secretaria de Saúde, os testes devem estar disponíveis nas maternidades e nos laboratórios públicos de todo o estado em até 15 dias.

A secretaria informou que este é o primeiro lote enviado pelo Ministério da Saúde à Bahia e corresponde a mais de 50% do total previsto para o ano.

A tecnologia do teste rápido permite que, em até 20 minutos, o paciente saiba se está infectado ou se já teve algum contato com o vírus Zika em algum momento da vida mesmo que não tenha apresentado sintomas. Até a criação do teste, o diagnóstico era feito com a detecção do vírus em exames laboratoriais, cujos resultados podiam levar semanas.

O teste rápido fornecido pelo Ministério da Saúde foi desenvolvido e produzido na Bahia, pelo laboratório público Bahiafarma, que obteve o primeiro registro da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Ao todo, o Ministério da Saúde adquiriu 3,5 milhões de testes e fará a distribuição em  toda a rede pública do país por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).

Os gestores municipais participaram hoje (16) de uma conferência online na qual foram orientados sobre a utilização do teste nas cidades que receberão a ferramenta.

De acordo com dados da Vigilância Epidemiológica da Bahia, no ano passado, foram notificados mais de 57 mil casos de Zika em todo o estado. Este ano foram registradas 460 notificações, somente até 21 de fevereiro.

*Com informação da Agência Brasil.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 111111 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]