Especialista francês vem a Feira de Santana discutir sustentabilidade no 1º Fórum Internacional

Diretor do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) no Brasil, Didier Trebucq.

Diretor do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) no Brasil, Didier Trebucq.

Diretor do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) no Brasil, Didier Trebucq vem a Feira de Santana na terça-feira (14/02/2017) para participar como palestrante do 1º Fórum Internacional de Desenvolvimento Sustentável, no Teatro da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL). Ele abrirá o evento com amplo debate sobre “Agenda Global 2030 — Objetivos Para o Desenvolvimento Sustentável”.

A iniciativa, que está sendo viabilizada pela Prefeitura, através da Secretaria de Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico, terá como central “Objetivos do Desenvolvimento Sustentável”, que abordará as 17 macrometas definidas pela Organização das Nações Unidas (ONU).

De nacionalidade francesa, Trebucq é formado em economia, mestre em Ciência do Desenvolvimento Sustentável, com especialização em Economia do Meio Ambiente pelo Imperial College London, no Reino Unido, e mestre também em Administração de Negócios pelo Institut Francais de Gestion, na França.

Com mais de 13 anos de atuação no PNUD, foi representante residente adjunto no Peru (2010 – 2015), onde liderou o apoio prestado pelo PNUD na organização da Conferência Mundial sobre Mudança Climática COP20, em Lima; foi representante residente adjunto na Guiana (2008-2010) e também trabalhou na cooperação programática regional juntamente com a CARICOM (Comunidade dos Estados Caribenhos); além disso, assumiu o posto de representante residente interino do PNUD na Guiana, por oito meses.

Didier Trebucq foi líder de equipe do PNUD para recuperação pós-tsunami no sul da Índia (2005-2008) e oficial de programa para Prevenção de Crises e Recuperação no PNUD Índia (2002-2005). Também atuou em duas missões nas Ilhas Salomão (2007) e em Burkina Faso (2009), com o objetivo de prestar apoio aos dois países no desenho de estratégias de recuperação e coordenação de assistência humanitária pós-desastre.

Antes de ingressar no Sistema das Nações Unidas, foi chefe de delegação da Cruz Vermelha na Colômbia e no Equador, administrador do Médicos sem Fronteiras no Quirguizistão e no Tajiquistão e, durante cinco anos, executivo no setor de bancos privados na França.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]