CMFS: Vereador Reinaldo Miranda comenta sobre política e jantar com governador Rui Costa

Vereador Reinaldo Miranda (Ronny, PHS) explicou que foi convidado pela primeira-dama do estado Aline Peixoto, o que o deixou surpreso e feliz.
Vereador Reinaldo Miranda (Ronny, PHS) explicou que foi convidado pela primeira-dama do estado Aline Peixoto, o que o deixou surpreso e feliz.
Vereador Reinaldo Miranda (Ronny, PHS) explicou que foi convidado pela primeira-dama do estado Aline Peixoto, o que o deixou surpreso e feliz.
Vereador Reinaldo Miranda (Ronny, PHS) explicou que foi convidado pela primeira-dama do estado Aline Peixoto, o que o deixou surpreso e feliz.

O presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana (CMFS), vereador Reinaldo Miranda – Ronny (PHS), em seu discurso na tribuna da Casa, na sessão ordinária desta terça-feira (21/02/2017), agradeceu a Deus por chegar ao terceiro mandato como o vereador mais bem votado. Segundo Ronny, isso faz com que aumente a sua responsabilidade. Ele desejou ainda as boas vindas aos novos colegas e observou que é natural do processo político essa reformulação de, aproximadamente, 50% na Casa, o que não aconteceu de forma diferente nesta nova Legislatura.

“Ninguém aqui é uma indicação. Todos fomos votados e entre 500 candidatos, escolhidos. Aos que foram reeleitos e aprovados, isso aconteceu por causa do nosso trabalho”, afirmou relembrando a volta do vereador José Marques de Messias – Zé Curuca (DEM) à Câmara, que estava junto com ele no PSDB em sua primeira eleição. “Nunca vi um ex-vereador disputar um cargo eletivo após uma perda e conseguir voltar à Casa, com exceção de José Carneiro”, completou tecendo elogios ao colega Roberto Tourinho (PV) e Tom (PEN), que estão de volta.

Presidência

Sobre os rumores de que Roberto Tourinho seria candidato à presidência da Casa, Ronny disse que em conversa com ele foi informado de que nunca havia colocado seu nome em apreciação e que, na eleição, não votaria contra ou a favor de sua recondução como presidente. “Para qualquer homem público chegar ao Poder Legislativo da 31ª cidade do país e a 2ª do estado é uma honra. Estou feliz e satisfeito com os votos que obtive para presidente e vou buscar retribuir essa confiança. Acredito que fiz isso na Legislatura passada”, disse.

Palácio de Ondina

Em aparte, o vereador Isaías de Diogo (PSC) comentou a ida do presidente a um jantar com o governador Rui Costa na última quinta-feira (16), no Palácio de Ondina, em Salvador. “Tenho certeza do seu compromisso com esta Casa e com o povo. O senhor está representando esta Casa muito bem”, elogiou.

O cometário do edil causou uma avalanche de outros. O vereador Zé Filé (PROS) parabenizou a atitude do presidente em jantar com o governador Rui Costa. “Provou que o senhor é um homem de coragem. Está de parabéns vereador”, falou.

O vereador Alberto Nery (PT) corroborou com o seu colega de oposição Zé Filé e também parabenizou a ida de Ronny ao Palácio de Ondina. Segundo Nery, isso gerou ciúme de políticos e dirigentes ligados ao Governo do Estado.

O vereador Edvaldo Lima (PP) lembrou que nenhum deputado teve a honra de ser recebido pelo governador para jantar e pediu ao presidente explicações sobre esse tão falado encontro com Rui Costa.

Já Marcos Lima (PRP) acha natural esse prestígio de Ronny, já que é presidente da Casa e um dos vereadores mais votados. “O governador observou esse seu prestígio. Se o povo aprovou o senhor como o mais votado não foi à toa. Da próxima vez só pedimos que o senhor nos convide para irmos juntos”, brincou.

O vereador Tom (PEN) agradeceu a Ronny, em público, pelo carinho que teve quando ele passou na Casa como suplente. “Todos conhecem a história de quem ‘entra pela janela’ e o senhor me tratou com carinho, respeito e dignidade. Parabenizo pelo seu trabalho à frente desta Casa. O trabalho de um homem público é agregar e o senhor sabe agregar líderes”, ressaltou. Sobre a ida de Ronny a Salvador, Tom disse que causou polêmica de pessoas pequenas e que não querem o crescimento do homem público, mas tem certeza de que foi uma visita de trabalho e para trazer benefícios à cidade de Feira de Santana.

Já a vereadora Cíntia Machado (PMB) usou o microfone para explicar que não votou em Ronny para presidente por ser suplente, mas que se pudesse com certeza votaria nele.

Já a vereadora Gerusa Sampaio (DEM) destacou as habilidades políticas do presidente. “A diversidade política não é inimizade. Parabéns, vereador. O senhor representou esta Casa de forma imparcial e na busca do melhor para Feira de Santana. E, por dispor dessa ousadia e capacidade, que é invejável na política, terá vôos altos. Temos que saber nos posicionar e o senhor soube fazer isso muito bem”, elogiou.

O vereador José Carneiro (PSDB) destacou que o governador não chamou qualquer um para jantar, mas o presidente do Poder Legislativo feirense da 2ª maior cidade do estado. “Se eu estivesse lá diria ao governador que está devendo ainda muitas obras à Feira de Santana”, completo

Jantar

Sobre o encontro com o governador, Ronny explicou que foi convidado pela primeira-dama do estado Aline Peixoto, o que o deixou surpreso e feliz. “Na semana passada recebi um telefonema da senhora Aline solicitando a minha presença e a da minha esposa no Palácio de Ondina para um jantar de apresentação ao governador. Estiveram também minha irmã e meu cunhado, que são amigos do governador”, esclareceu.

O presidente confirmou que tratou também de política na oportunidade, o que seria inevitável, mas são assuntos que jamais ele levaria para a imprensa ou para alguém que não participou do convite. “Fiquei muito satisfeito com o tratamento do governador; jantamos, conversamos, inclusive sobre política, mas nada de anormal ou que deva comentar”, ressaltou.  Ronny falou apenas que o governador pediu que em suas vindas à Feira de Santana pudesse contar com sua presença e de todos os vereadores que Ronny quiser levar.

A respeito da polêmica em torno do encontro, Ronny advertiu que não escondeu a sua ida ao Palácio de Ondina e que não teria motivos para isso, ao contrário, tem respeito e gratidão pelo prefeito José Ronaldo, o que é diferente de ter medo. “Ando corretamente, ajudo o governo do prefeito e por isso não tenho medo. Para crescer na vida pública não podemos puxar o saco de “A” ou “B”, basta mostrar trabalho pela cidade”, destacou.

Ele ainda lembrou que muitas fofocas a seu respeito foram levadas para José Ronaldo, principalmente de que Ronny atrapalhava o governo na Casa. “Quantos projetos do Governo não foram aprovados aqui? Todos foram. Ser oposição não quer dizer que temos que ir contra ao que é certo”, completou.

Política

Ronny destacou mais que a forma do governador Rui Costa fazer política é diferente da praticada pelo Partido dos Trabalhadores e do Democratas, o que segundo ele foi confirmado após esse jantar.

O presidente lembrou ainda que, mesmo dando uma Comenda ao prefeito de Salvador, ACM Neto, em 2014, nunca foi convidado por ele para qualquer contato, destacando que política é carinho e atenção. “Fiz várias ligações e enviei vários emails ao prefeito e não obtive nenhuma resposta. Condecorei apenas pessoas que eu achava que valiam à pena: o ex-vereador Welligton Andrade, a presidente da Fundação Hospitalar Gilberte Lucas, ao senador Aécio Neves e ao prefeito ACM Neto, isso em oito anos de mandato”, esclareceu.

História na política

O presidente lembrou ainda a sua história na saúde quando recebeu do prefeito José Ronaldo a oportunidade de ser gerente da Unidade Básica de Saúde do bairro do Parque Ipê e depois estar à frente da Policlínica do mesmo bairro. Ronny creditou a Humberto Cedraz o fato de colocar o seu nome a apreciação do povo, conseguindo a sua eleição da segunda vez que foi candidato.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108762 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]