“Risco de eleger Ângelo Coronel presidente da ALBA é permitir que a Polícia Federal passe a investigar com frequência a instituição”, declara deputado Targino Machado

Targino Machado pede apoio a Operação Lava Jato: "A política está cheia de bandidos e ladrões".
Targino Machado pede apoio a Operação Lava Jato: "A política está cheia de bandidos e ladrões".
Deputado Targino Machado declara apoio à Marcelo Nilo para presidência da ALBA e critica candidatura de Ângelo Coronel.
Deputado Targino Machado declara apoio à Marcelo Nilo para presidência da ALBA e critica candidatura de Ângelo Coronel.

Na quarta-feira (01/02/2017), será eleita a nova mesa diretiva da  Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), para o biênio 2017 – 2018. Ao analisar o processo eleitoral, o deputado estadual Targino Machado (PPS) inferiu que dois candidatos apresentam propostas para presidir o Legislativo Estadual, Marcelo Nilo (PSL), atual presidente e candidato ao sexto mandato consecutivo; e o opositor, Ângelo Coronel (PSD).

“O risco de eleger Ângelo Coronel presidente da ALBA é permitir que a Polícia Federal passe a investigar com frequência a Assembleia”, inferiu. Ao ser questionado sobre o por que da Polícia Federal passar a investigar a ALBA, caso Ângelo Coronel seja eleito presidente, Targino Machado sorriu de forma sarcástica e emendou, “acredito que uma das poucas vezes em que vi o deputado Coronel ocupar a Tribuna do Legislativo foi em dezembro de 2016, se não estou enganado, para comentar sobre a candidatura à presidente. Um deputado de primeiro mandato, ao assistir Coronel discursando, me perguntou se ele tinha assumido recentemente e se era suplente. Assenti que não, e respondi que Ângelo Coronel sempre foi um ilustre ausente”.

Dando sequência a análise dos candidatos à presidência da ALBA, Targino Machado avaliou que o Marcelo Nilo, embora sofra o desgaste de quem ocupa por longo tempo a presidência de uma instituição, oferece as condições ideais para atravessar o difícil momento político do país. “Com Marcelo Nilo temos a certeza de uma estabilidade institucional e ética. Essas são características fundamentais para quem pleiteia a gestão de um poder. Qualidades encontradas em Marcelo Nilo”.

Concluindo a entrevista exclusiva concedida ao Jornal Grande Bahia, Targino Machado ponderou que a chapa liderada por Marcelo Nilo agrega o maior número de deputados apoiadores. “Os colegas deputados se referem a Marcelo Nilo como um político que respeita as diferenças, cumpre acordos, permite que o debate ocorra no parlamento e conduz as finanças da Assembleia com equilíbrio. É um perfil agregador, que seguramente contribui para vitória”.

Carlos Augusto
Sobre Carlos Augusto 9298 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).