SDR apoia evento nacional que discute desenvolvimento territorial da Bahia

Secretario Jerônimo Rodrigues participa de evento na Fecomercio.
Secretario Jerônimo Rodrigues participa de evento na Fecomercio.
Secretario Jerônimo Rodrigues participa de evento na Fecomercio.
Secretario Jerônimo Rodrigues participa de evento na Fecomercio.

Debater e apresentar à sociedade estratégias de desenvolvimento da Bahia e do Nordeste. Com este objetivo, teve início nesta quarta-feira (16/11/2016), o seminário ‘Estratégia de Arranjos produtivos para o Desenvolvimento Territorial da Bahia e do Nordeste’, na sede da Federação do Comércio do Estado da Bahia (Fecomércio), na Avenida Tancredo Neves, em Salvador.

O evento, que segue até esta quinta-feira (17), integra o conjunto de estratégias do Núcleo de Apoio ao Desenvolvimento dos Arranjos Produtivos Locais da Bahia (APLs), coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), e conta com o apoio da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR).

Segundo o titular da SDR, Jerônimo Rodrigues, a preocupação do governo é que se possa fazer o planejamento para enxergar como a Bahia estará daqui a 30 anos, mas dentro de uma dimensão do que é possível ter resposta agora. “Precisamos fazer, em curto prazo, aquilo que é urgente e, à longo prazo, um planejamento mais estratégico possível”.

Ainda segundo Rodrigues, o tema do seminário é uma agenda de arranjos produtivos locais, em uma dimensão territorial. “Aqui estão os grandes pensadores tanto da Bahia como do Nordeste. A nossa participação é discutir, dentro desse contexto, a importância da agricultura familiar e da reforma agraria, e o que a gente tem de contribuição com a biodiversidade, com a sustentabilidade e com a geração de emprego para o povo do campo”.

O secretário da SDE, Jorge Fontes Hereda, ressaltou que para implantar é desenvolver os APLs no estado é necessário um planejamento. “Esse é um espaço para debatermos políticas e novas formas de estimular o desenvolvimento territorial da Bahia e do Nordeste”.

A programação conta com palestras com temas como Arranjos e Sistemas Produtivos e Inovativos Locais – ASPILS, Território e Rede de Cidades, Papel das Instituições de Ensino Superior e Agentes de Fomento no Desenvolvimento Territorial, APLs para agricultura familiar e Empresarial, Inovação para Agroecologia e APLs de Base Mineral.

Também estiveram presentes representantes de outras secretarias e órgãos do estado, da Rede de Pesquisa em Sistemas e Arranjos Produtivos e Inovativos Locais (Redesist), da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado da Bahia (Fecomércio-BA), do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), da Universidade Federal da Bahia (UFBA), entre outras.

O que é APL

Os Arranjos Produtivos Locais (APLs) são aglomerações de empresas, localizadas em um mesmo território, que apresentam especialização produtiva e mantêm vínculos de articulação, interação, cooperação e aprendizagem entre si e com outros atores locais, tais como: governo, associações empresariais, instituições de crédito, ensino e pesquisa.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108006 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]