Presidente do Parlamento alemão conheceu programa Neojiba

O presidente do Parlamento alemão, Norbert Lammert, o presidente do Goethe-Institut, Klaus-Dieter Lehmann, e o embaixador da Alemanha no Brasil, Georg Witschel, visitaram o programa Neojiba.

O presidente do Parlamento alemão, Norbert Lammert, o presidente do Goethe-Institut, Klaus-Dieter Lehmann, e o embaixador da Alemanha no Brasil, Georg Witschel, visitaram o programa Neojiba.

Em missão oficial para inauguração de uma residência artística construída pelo governo alemão no Instituto Goethe, na capital baiana, uma comitiva alemã chefiada pelo presidente do Parlamento Federal Alemão, Norbert Lammert, conheceu, na tarde da quarta-feira (16/11/2016), o programa Neojiba. Acompanhando do presidente do Goethe-Institut, Klaus-Dieter Lehmann, do embaixador da Alemanha no Brasil, Georg Witschel, do secretário de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social do Estado (SJDHDS), Geraldo Reis, e do diretor geral do Neojiba, Ricardo Castro, o chefe do Parlamento assistiu ao ensaio da Orquestra Juvenil da Bahia que antecedeu à apresentação do Ciclo Bethoven, no Teatro Castro Alves.

Antes do ensaio, o maestro fundador do programa do Governo do Estado, Ricardo Castro, apresentou as ações, resultados e o histórico do Neojiba. “Inspirado na experiência da Venezuela, a proposta foi de integrar a sociedade, todas as camadas sociais, com a mesma meta. Orquestra não é novidade para ninguém, muito menos na Europa, mas a integração social por meio da orquestra, sim. Permitam-nos sugerir que essa mesma experiência poderia funcionar também com diferenças religiosas e culturais, que é um problema grave hoje na Europa. Já existe uma primeira experiência iniciada há seis meses na Alemanha, para que os refugiados se encontrem com a juventude alemã por meio de uma orquestra. Nós acreditamos que esse é o melhor caminho para essa geração. E nesse sentido, mais uma vez, permitam dizer que estamos à disposição para ajudar nesse movimento, especialmente porque reunimos aqui hoje na Bahia, juntamente com a Venezuela, os músicos mais preparados para implantar esse tipo de experiência. Os países do norte estão mais acostumados com pedidos, dessa vez nós estamos oferecendo”.

Entre os resultados alcançados nos nove anos de programa, Castro informou que são cerca de 4.600 crianças, adolescentes e jovens beneficiados direta e indiretamente, incluindo os projetos apoiados em todo o estado e através dos 10 Núcleos de Práticas Orquestrais (SESI/Itapagipe; CESA/Simões Filho; Pirajá; Bairro da Paz; Trancoso/Porto Seguro; Colégio Central; Liberdade; Feira de Santana; UCSAL; Vitoria da Conquista) e um Núcleo Geral de Gestão e Formação Profissional (Teatro Castro Alves). A Orquestra Juvenil da Bahia, principal formação, conta atualmente com 88 integrantes, tendo realizado mais de 200 apresentações para mais de 180 mil pessoas. Artistas como Martha Argerich, Midori Goto, Maxim Vengerov, Maria João Pires, Schlomo Mintz, Cesar Camargo Mariano e Orkestra Rumpilezz são alguns dos nomes que já tocaram ao lado da formação.

“A visita do representante do governo alemão reforça o reconhecimento internacional que o programa Neojiba alcança, tanto em função da excelência artística e musical que resulta do empenho e influência do grande maestro e pianista Ricardo Castro e dos nossos jovens músicos baianos comprometidos, mas também pelos resultados sociais que esta experiência inovadora proporciona a toda a sociedade baiana. Podemos dizer que cada cidadão baiano e brasileiro deve se orgulhar. O esforço do Governo da Bahia hoje é para expandir o Neojiba e fazer chegar a todos os territórios de identidade do estado essa estratégia que colabora para a construção de uma cultura de paz”, comentou o secretário Geraldo Reis.

Redes sociais do JGB

Compartilhe e Comente

Publicidade

Publicidade

Manchete

Colunistas e Artigos

+ Publicações >>>>>>>>>

Sobre o autor

Redação

O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]