Chapa AMB Forte denuncia uso da estrutura da Associação dos Magistrados Brasileiros

Nota emitida pela chapa AMB Forte.
Nota emitida pela chapa AMB Forte.
Nota emitida pela chapa AMB Forte.
Nota emitida pela chapa AMB Forte.

A chapa AMB Forte emitiu nota na segunda-feira (07/11/2016) denunciando uso da estrutura da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) e o uso político do VI Encontro Nacional de Juízes Estaduais (VI ENAJE) em desfavor da Chapa 1. A nota apresenta, também, crítica a falta de diálogo por parte da direção da AMB com a categoria, na elaboração da nova Lei Orgânica da Magistratura (LOMAN).

“A ideia de democracia que eles defendem é a de “uma só voz” e, talvez por isso, ignoram seus associados que não foram chamados a construir um projeto nacional para a Magistratura”, infere o juiz Jayme de Oliveira, candidato a presidente da chapa AMB Forte.

O documento foi elaborado em resposta a nota emitida pelo presidente da AMB, João Ricardo Costa.

A Associação dos Magistrados Brasileiros está em processo de renovação da direção, disputam o comando da entidade Jayme Martins de Oliveira Neto, da Chapa 1 – AMB Forte Independente e Representativa; Michel Curi e Silva, da Chapa 2 – Magistrados Independentes; e Gervásio Protásio dos Santos Júnior, da Chapa 3 – AMB de Magistrado para Magistrado.

Confira o teor da nota: ‘Busca pelo poder não pode estar acima da Magistratura’

Com todo o respeito que a Magistratura merece, busquei até o momento a unidade e o diálogo. Fiz o debate necessário à disputa, em alto nível, pelo resgate da AMB em favor de sua missão prioritária, que é a defesa da Magistratura.

Por ser necessário, como democrático, fiz diversas críticas à atual gestão e as refirmo com toda a convicção e com o testemunho de milhares de Juízes brasileiros que foram os principais afetados pelo distanciamento e omissão da Associação, no último triênio, perante as demandas da Classe.

Reafirmamos que a atual direção da AMB não debateu com a Magistratura um projeto de LOMAN. Basta o colega se perguntar se alguma vez foi chamado a discutir LOMAN e se recebeu o anteprojeto que tramita no STF.

A Chapa nº 1 se compromete a colocar em discussão e envolver toda a Magistratura nesse debate pela construção de uma nova LOMAN que preserve o Judiciário e a Magistratura.

Lamentável, o presidente da AMB, em franco uso da máquina, fazer nota para a campanha do seu candidato, mesmo porque, como representante da atual gestão, ele esteve no debate para apresentar sua visão do assunto.

Lamentável também, o uso distorcido do VI ENAJE, que, em desfavor do debate científico pelo aperfeiçoamento do Judiciário, foi transformado em palco político e eleitoral pelo candidato oficial, a ponto de a cantora, no encerramento do encontro citar expressamente o candidato da situação. Um despropósito jamais visto na Magistratura.

Os destinos da Magistratura brasileira precisam ser conduzidos com equilíbrio e serenidade, sem a necessidade de expedientes da política menor na busca ilimitada de poder pelo poder.

A ideia de democracia que eles defendem é a de “uma só voz” e, talvez por isso, ignoram seus associados que não foram chamados a construir um projeto nacional para a Magistratura.

A Chapa nº 1 – AMB FORTE ouvirá os 14 mil associados da AMB.

Juiz Jayme de Oliveira

Candidato a presidente da AMB pela Chapa nº 1 ‘ AMB Forte’

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108066 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]