Caso La Vue: vereadora pede que a Câmara Municipal de Salvador convoque Secretário Municipal de Urbanismo

De acordo com Aladilce Souza, desde 2015 ela e demais vereadores de oposição denunciavam a ilegalidade da construção do empreendimento.
De acordo com Aladilce Souza, desde 2015 ela e demais vereadores de oposição denunciavam a ilegalidade da construção do empreendimento.
De acordo com Aladilce Souza, desde 2015 ela e demais vereadores de oposição denunciavam a ilegalidade da construção do empreendimento.
De acordo com Aladilce Souza, desde 2015 ela e demais vereadores de oposição denunciavam a ilegalidade da construção do empreendimento.

Diante das denúncias de tráfico de influência cometido pelo ministro Geddel Vieira Lima para conseguir liberação para a construção do empreendimento La Vue, sediado na Ladeira da Barra em Salvador, a vereadora Aladilce Souza (PCdoB) encaminhou nessa sexta-feira (25/11/2016) um requerimento ao presidente da Câmara Municipal pedindo a convocação de Sérgio Guanabara, secretário municipal de Urbanismo (SUCOM).

O objetivo dessa convocatória é ouvir as explicações do secretário sobre a autorização da construção concedida pela SUCOM e que foi novamente embargada pelo IPHAN na última semana, exigindo uma readequação do projeto.

De acordo com Aladilce, desde 2015 ela e demais vereadores de oposição denunciavam a ilegalidade da construção do empreendimento naquele local, inclusive usando-o como exemplo para questionar as emendas da Louos (Lei de Uso e Ordenamento do Solo) que previa a ampliação do gabarito da orla para construção de prédios altos. “Diante dessas graves denúncias, que levaram à queda de Geddel e revelaram uma tentativa de tráfico de influência política para benefício privado, é necessário que a prefeitura de Salvador e a SUCOM também se manifestem. Por que a SUCOM autorizou a construção, uma vez que o próprio IPHAN Nacional já havia apontado as irregularidades? O secretário precisa explicar aos vereadores e à população. O caso é grave”, questionou Aladilce.

A convocação, no entanto, depende da aprovação do vereador Paulo Câmara, atual presidente da Câmara Municipal e com poder regimental para convocar o secretário à comparecer no plenário. No requerimento, a vereadora Aladilce também convidou os representantes do IPHAN baiano e nacional e do IPAC, para prestar esclarecimentos sobre o caso.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108728 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]