Magistrados da Justiça do Trabalho reagem a críticas de Gilmar Mendes

Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra) é contra a terceirização.
Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra) é contra a terceirização.
Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra) apresenta posição sobre posicionamento do ministro do STF Gilmar Mendes.
Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra) apresenta posição sobre posicionamento do ministro do STF Gilmar Mendes.

Ministro do STF disse ontem em São Paulo que o TST desfavorece as empresas em suas decisões. A Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (ANAMATRA) divulgou ontem (21/10/2016) nota crítica às declarações feitas pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes sobre o Tribunal Superior do Trabalho (TST). Em seminário promovido pela Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base (Abidib) e pela Câmara Americana Comércio (Amcham), nesta sexta-feira, em São Paulo, o ministro disse que o TST desfavorece as empresas em suas decisões.

“Esse tribunal é formado por pessoas que poderiam integrar até um tribunal da antiga União Soviética. Salvo que lá não tinha tribunal”, disse Gilmar Mendes. “(Eles têm) uma concepção de má vontade com o capital”, emendou.

Para a Anamatra, as declarações do ministro “revelam elevado grau de desconhecimento sobre a Justiça do Trabalho, sua jurisprudência dominante, a estrutura do TST, bem como não primam pela observância da cortesia e uso da linguagem respeitosa para com os membros da Magistratura”.

A entidade disse esperar que um tempo de divisão entre juízes contra empresas e porta-vozes do poder econômico não se instaure no Brasil. “A nação não precisa de maniqueísmos dessa ordem.”

*Com informação da Rede Brasil Atual.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108067 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]