Lava Jato: Justiça da Suíça autoriza repasse de dados bancários da Odebrecht

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
PF verificar se contratos da Odebrecht com uma empresa em nome de parentes de um ex-agente público foram utilizados para o pagamento de vantagens indevidas.
PF verificar se contratos da Odebrecht com uma empresa em nome de parentes de um ex-agente público foram utilizados para o pagamento de vantagens indevidas.

A Justiça da Suíça autorizou o compartilhamento de provas obtidas pelo Ministério Público suíço contra a Odebrecht. Parte das provas, que envolvem extratos de contas e ordens de pagamento, já estão em poder dos procuradores da força-tarefa da Operação Lava Jato desde o início do ano, mas a confirmação sobre a validade do repasse dependia de uma decisão definitiva do Tribunal Federal daquele país.

Os dados bancários indicam supostos valores indevidos que eram pagos em contas operadas pela Odebrecht para ex-diretores da Petrobras. A empreiteira recorreu para impedir que o Ministério Público brasileiro utilize os dados financeiros para sustentar as investigações da Lava Jato. Segundo a força-tarefa, o dinheiro era depositado em contas operadas pelo ex-diretores da estatal na Suíça, por meio de empresas offshore controladas pela Odebrecht.

Os advogados da empreiteira defendem a ilegalidade das provas. Para a defesa, os documentos, que estavam em poder do Ministério Público da Suíça, não podem ser utilizados nas investigações pelo fato de a Justiça de primeira instância da Suíça reconhecer que ocorreram erros procedimentais no repasse dos dados.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113566 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]