Feira de Santana: vereador José Carneiro critica funcionamento de UPA do HGCA

Vereador José Carneiro critica funcionamento de unidade de saúde do Estado.
Vereador José Carneiro critica funcionamento de unidade de saúde do Estado.
Vereador José Carneiro critica funcionamento de unidade de saúde do  Estado.
Vereador José Carneiro critica funcionamento de unidade de saúde do Estado.

Durante discurso na tribuna da Câmara Municipal de Feira de Santana, nesta terça-feira (25/10/2016), o vereador José Carneiro Rocha (PSDB) criticou o funcionamento da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), situada ao lado do Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA). Para ele, está ocorrendo uma ingerência ou seletividade dos pacientes, uma vez que há leitos sem uso, enquanto em outras unidades existem filas nos corredores.

“A gente tem visto nas cidades do país que a situação da saúde não é boa. Infelizmente, sabemos que os brasileiros peregrinam por hospitais em busca de uma consulta, uma cirurgia e, às vezes, um internamento. Em Feira de Santana não é diferente, aqui no município inaugurou-se uma UPA na Mangabeira e se anunciou a construção da UPA do Clériston, da UPA da Queimadinha, mas a do Clériston já está funcionando entre aspas”, afirmou.

O edil acrescentou: “o que me chamou atenção foi primeiro a pressa que foi para contratar o pessoal para atuar na UPA, até aí tudo bem, nós já falamos sobre isso, mas,  diante de tanta dificuldade de leitos de hospitais em Feira de Santana, estamos vendo a UPA do Hospital Geral Clériston Andrade como um verdadeiro ‘elefante branco’”, criticou.

Para José Carneiro, algo muito errado está acontecendo na UPA do HGCA. “Senhores e senhoras, senhores vereadores, o que está acontecendo na UPA do Clériston é algo que deixa qualquer ser humano estarrecido, é inadmissível que as pessoas vão para a policlínica, tentam ser regulados para o Hospital Geral Clériston Andrade e não conseguem, em decorrência da superlotação do hospital. E não estou aqui fazendo críticas à direção do HGCA, estou fazendo críticas ao sistema perverso que estamos vivendo”, pontuou.

O edil continuou acrescentando mais críticas à referida unidade de saúde. “A UPA do Hospital Geral Clériston Andrade não disse para que veio, não funciona. E tem mais: a maioria dos leitos daquela unidade hospitalar não está sendo utilizado. Desafio aqui qualquer um dos senhores da imprensa a fazer uma visita na UPA do Clériston, que vão constatar que a maioria dos leitos está vazio. Estão vazios por quê? As outras unidades estão lotadas. Se for por falta de paciente, o Governo do Estado investiu errado, porque criou um ‘elefante branco’. Mas acho que está tendo ingerência, privilégios, acho que está tendo seletividade. Pessoas para entrarem na UPA terão que passar não por processo seletivo, mas uma seletividade; não é triagem, não confundam, porque a triagem seria natural, é seletividade”, afirmou.

José Carneiro acredita que alguma pessoa de grande influência está sendo responsável por selecionar pacientes para serem atendidos na UPA supracitada. “Alguém ligado ao Governo do Estado está colocando o dedo no suspiro e só entra lá a pedido de alguém, sujeito oculto, mas não vou cometer nenhum crime de denunciar quem é. Tenha certeza de que a UPA do Clériston não pode continuar como está, gera uma despesa estúpida para o povo baiano, em especial para o povo de Feira; ela não pode permanecer vazia e o povo morrendo nas filas das policlínicas, dos hospitais e da própria UPA da Mangabeira. Quero fazer esse apelo ao Governo do Estado, que veja a ingerência, o que está acontecendo, para que ela realmente funcione”, pontuou.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 107970 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]