Bahia é pioneira no Nordeste na transformação de lixo em energia limpa

Indústria transforma lixo em energia.
Indústria transforma lixo em energia.
Indústria transforma lixo em energia.
Indústria transforma lixo em energia.

A matriz energética brasileira tem buscado cada vez mais soluções sustentáveis para ampliar a participação de fontes renováveis. Primeiro foi com as hidrelétricas e, agora, com a produção eólica e solar. Mas há espaço também para tirar energia do lixo. Foi inaugurada, em setembro deste ano, em São Paulo, a Termoverde Caieiras. Com investimentos na ordem de R$ 100 milhões, a nova usina iniciou a operação desde o mês de julho.

Embora seja novidade em São Paulo, o fato já é realidade na Bahia desde 2011, mas pouca gente conhece o fato. A Termoverde Salvador, que também integra o grupo da unidade paulista, tem capacidade de geração de energia de 19,73 MW e diariamente transforma 2,8 mil toneladas de lixo em energia elétrica.

O potencial de Salvador está sendo explorado em toda a sua capacidade e, só para se ter uma ideia, a energia gerada pela usina equivale ao suprimento de consumo de energia para 200 mil pessoas.

A Termoverde Salvador foi a primeira térmica do Nordeste e, hoje, a energia que sai da unidade é nacionalmente comercializada no mercado. O combustível necessário para a geração de energia é decorrente da decomposição dos resíduos orgânicos depositados no aterro, o que torna a biomassa uma energia limpa e renovável.

“Projetos assim são de extrema importância não só para a preservação do meio ambiente, mas também para a total reutilização do lixo descartado pela população. Ainda contribui para o mercado de geração de energia”, comenta Anderson Braga, sócio mantenedor do CETTPS, centro de referência no ensino técnico, localizado em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108756 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]