Rodoviários da Bahia cobram mais rigor com reincidentes em assaltos

Secretário estadual Maurício Teles Barbosa coordenou reunião.
Secretário estadual Maurício Teles Barbosa coordenou reunião.
Secretário estadual Maurício Teles Barbosa coordenou reunião.
Secretário estadual Maurício Teles Barbosa coordenou reunião.

Discutir os principais entraves para a diminuição ainda maior dos índices de ataques contra ônibus e sugerir ações para potencializar o trabalho da polícia foram discutidos na tarde desta quinta-feira (04/08/2016), no Centro de Operações e Inteligência da Secretaria da Segurança Pública do Estado da Bahia, durante a primeira reunião do Comitê Integrado de Defesa do Transporte Rodoviário. Até o mês de julho, o número de assalto a ônibus caiu 11% em relação ao mesmo período do ano passado.

Além dos assaltos a ônibus, o encontro também discutiu os prejuízos causados pela queima dos coletivos como forma de protesto nos bairros. Para o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa, a discussão sobre esses tipos de crimes deve ser ampla, já que atinge diretamente a população. “O Objetivo é abordar o problema de forma mais abrangente, com o envolvimento de todos os setores responsáveis pela oferta, prestação e proteção ao serviço de transporte público”, explicou.

Ao lado do comandante da Operação Gêmeos da Polícia Militar, Major Edson Lima, e do titular do Grupo Especial de Repressão a Roubos de Coletivos (Gerrc), delegado José Nélis, os representantes do Sindicato dos Rodoviários da Bahia, apontaram a reincidência como um dos principais problemas. “É difícil para um rodoviário ser assaltado num dia e dois dias depois encontrar com o assaltante na rua, mesmo sabendo que ele foi preso em flagrante”, desabafa o presidente em exercício do sindicato, Fábio Primo.” Precisamos de penas mais rígidas”, continuou.

Segundo o titular do Gerrc, atualmente, a audiência de custódia representa 90% de chance de soltura do preso. “Temos casos em que mesmo com o emprego de muita violência, o acusado acaba sendo liberado poucos dias depois de preso e, na maioria das vezes, ele volta a reincidir no crime”, afirmou o delegado, que teve o discurso ratificado pelo comandante da Operação Gêmeos – unidade da Polícia Militar responsável pelo policiamento ostensivo de combate a assalto a ônibus.

Outros entraves apontados pelos policiais como dificultadores da repressão a esse tipo de crime são a demora na entrega das imagens das câmeras instaladas nos coletivos, assim como a baixa qualidade do material, além das publicidades aplicadas nos vidros traseiros dos coletivos – os busdoors – que dificultam a visibilidade do que ocorre dentro dos veículos.

Com a participação do diretor do Sindicato de Empresas de Transporte de Passageiros de Salvador (Setps), César Nunes, do diretor de Transporte da Secretaria Municipal de Mobilidade, Matheus Moura, e do coordenador do Centro Integrado de Monitoramento do município, Valney Teixeira, a reunião definiu ações de cada instituição envolvida na oferta e na proteção do serviço de transporte soteropolitano.

Já representando o Tribunal de Justiça da Bahia, o juiz Antônio Faiçal, sugeriu o levantamento dos casos de soltura de assaltantes de ônibus no último semestre para uma análise mais minuciosa dos casos. “Em parceira com o Gerrc vamos estudar se, de fato, o índice de soltura para este tipo de crime é alto e qual número de reincidência para analisarmos quais medidas poderão ser tomadas no âmbito judicial”, destacou.

Também participaram do encontro o promotor Geder Luiz Rocha Gomes, o comandante-geral da PM, coronel Anselmo Brandão, o delegado-geral da Polícia Civil, Bernardino Brito, e o comandante do Batalhão de Polícia Rodoviária, tenente-coronel, Nilton Paixão.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 114865 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.