Dinheiro da Odebrecht pode ter abastecido caixa dois da campanha eleitoral de 2012 do prefeito ACM Neto

Prefeito ACM Neto pode ser citado em delação.

Prefeito ACM Neto pode ser citado em delação.

Segundo matéria veiculada no Jornal Estadão, hoje (02/08/2016), em delação, Marcelo Odebrecht vai revelar pagamentos para o caixa dois da campanha de 2012 do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM).

A matéria do Estadão registra que ACM Neto diz que parte expressiva dos recursos da campanha em 2012 foi financiada pela Odebrecht “de forma transparente e dentro da legalidade”.

Planilhas apreendidas na residência do ex-presidente de Infraestrutura da Odebrecht Benedicto Junior indicavam repasses financeiros para ACM Neto.

A expressão caixa dois refere-se a recursos financeiros não contabilizados e não declarados aos órgãos de fiscalização. Entre os crimes de caixa dois, o de lavagem de dinheiro e organização criminosa. O artigo 350 do Código Eleitoral estabelece como punição a perda do mandato e a inelegibilidade por oito anos.

Compartilhe e Comente

Publicidade

Publicidade

Facebook do JGB

+ Publicações >>>>>>>>>

Sobre o autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto Oliveira da Silva (Carlos Augusto) é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF). Atua como jornalista e cientista social. Telefone: (75)98242-8000 | E-mail: [email protected]