Prefeito José Ronaldo e procurador-geral do Município de Feira de Santana lamentam morte do advogado Carlos Antônio de Moraes Lucena

Carlos Antônio de Moraes Lucena atuou como procurador-geral do município de Feira de Santana.

Carlos Antônio de Moraes Lucena atuou como procurador-geral do município de Feira de Santana.

Morreu nesta sexta-feira (08/07/2016) o ex-procurador geral do município de Feira de Santana, o advogado Carlos Antônio de Moraes Lucena. Ele se encontrava internado há uma semana vítima de um aneurisma. Atendido no Hospital Geral Clériston Andrade, o ex-procurador foi transferido para Salvador, onde faleceu.

Carlos Antonio de Moraes Lucena faria 55 anos este mês, no dia 13. Por 18 anos, ele ocupou a titularidade da Procuradoria Geral do Município. Atuou nas gestões de João Durval, José Raimundo de Azevedo, José Falcão, Clailton Mascarenhas, José Ronaldo e Tarcízio Pimenta.

Além da função no Governo Municipal, Lucena ocupou cargos de destaque na Maçonaria, no Rotary e em agremiações sociais, tendo presidido o Clube de Campo Cajueiro. Era considerado um dos mais preparados quadros do direito em Feira de Santana, prestando consultoria a diversos municípios.

O prefeito José Ronaldo lamenta a morte de Lucena: “Feira de Santana perde um cidadão que muito contribuiu para esta terra em diversas áreas. Era um homem muito inteligente. Defendeu o Município com competência por muitos anos em questões judiciais”.

O atual procurador geral, Cleudson Almeida, foi colega de Lucena no órgão municipal por vários anos. “Aprendi muito com o convívio dele. Era um professor. Contava com grande experiência profissional. Lhe tenho gratidão”, afirmou. Aguarda-se pela definição de horário e local do velório e sepultamento do ex-procurador.

Vida pública

Na vida pública, Lucena foi procurador-geral do Município nas gestões dos ex-prefeitos José Falcão/Clailton Mascarenhas, nos dois primeiros governos de José Ronaldo de Carvalho e em seguida na gestão de Tarcízio Pimenta.

Pernambucano natural de Caruaru, Carlos Lucena era formado em Direito pela Universidade Federal de Sergipe. Atuou como Governador Distrital-4390 do Rotary Clube Internacional e venerável da Loja Maçônica Harmonia, Luz e Sigilo.

Foi professor na Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), diretor escolar na rede estadual, chefe de gabinete do prefeito na Prefeitura de Feira de Santana(1994/1995); secretário municipal (1994/1995); assessor do prefeito (1993/1994); trabalhou como Técnico de Execuções Penais no Conselho Penitenciário de Sergipe; professor em algumas instituições de ensino.

Morava em Feira de Santana há mais de três décadas. Era casado com Cristina Lucena, com quem teve duas filhas. Irmão do ex-vereador Fábio Lucena e atualmente mantinha escritório de advocacia na cidade.

O corpo do ex-procurador-geral Carlos Lucena está sendo transladado para Feira de Santana, onde será velado na tarde desta sexta-feira, 08.

Velório e sepultamento

O corpo de Carlos Lucena será velado na Loja Maçônica Harmonia, Luz e Sigilo, situada na Rua Barão de Cotegipe, vizinho ao Fórum Filinto Bastos, em Feira de Santana.

O sepultamento ocorre no sábado (09), às 10 horas no Cemitério Jardim Celestial.

Redes sociais do JGB

Compartilhe e Comente

Publicidade

Publicidade

Manchete

Colunistas e Artigos

+ Publicações >>>>>>>>>

Sobre o autor

Redação

O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br