Feira de Santana: Hospital Estadual da Criança informa que médicos retornaram as atividades

Denúncia feita ao MPF alega que o IMPI, entidade responsável pela gestão do Hospital Estadual da Criança, não está cumprindo os termos do contrato firmado com o Estado da Bahia.
Denúncia feita ao MPF alega que o IMPI, entidade responsável pela gestão do Hospital Estadual da Criança, não está cumprindo os termos do contrato firmado com o Estado da Bahia.

Em nota, divulgada hoje (25/07/2016), Liga Álvaro Bahia Contra a Mortalidade Infantil (LABCMI) informa que o atendimento médico do Hospital Estadual da Criança (HEC) foi normalizado, com o retorno dos profissionais às atividades.

Confira o teor da ‘nota à imprensa’

Segue abaixo e anexa nota à imprensa atualizada sobre fim da paralisação dos médicos do Hospital Estadual da Criança (HEC) / Liga Álvaro Bahia Contra a Mortalidade Infantil (LABCMI).

Nota à imprensa

A diretoria do Hospital Estadual da Criança (HEC) vem informar, através desta nota atualizada, que a paralisação iniciada pelos médicos da unidade hospitalar no início deste mês (4/07) chegou ao fim na manhã desta segunda-feira (25), após três semanas. Assim, o atendimento na unidade hospitalar volta plenamente ao normal.

A Liga Álvaro Bahia Contra a Mortalidade Infantil (LABCMI), administradora da unidade hospitalar, informa ainda que os valores referentes às competências de maio e junho deste ano já estão sendo depositados e, até a próxima sexta-feira (29), estarão quitados.

Mais uma vez, a Liga Álvaro Bahia reforça que os honorários médicos referentes aos meses de julho de 2012 e maio de 2015 estão em aberto porque referem-se a gestões anteriores e que a categoria está em contato com a Secretaria da Saúde do Estado (SESAB) para resolver a situação.

A diretoria do HEC reforça que a Liga Álvaro Bahia Contra a Mortalidade Infantil, no exercício de sua missão de assistir às crianças da Bahia, tem em seu corpo clínico um dos seus maiores ativos e vai continuar lutando para manter um relacionamento sincero, transparente e respeitoso com seus profissionais de saúde e a SESAB, buscando continuar oferecendo um atendimento humanizado e qualificado às crianças baianas.

Atenciosamente,

Direção do Hospital Estadual da Criança.

Carlos Augusto
Sobre Carlos Augusto 9296 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).