Atendimento ao paciente com infarto pelo SUS é discutido em Feira de Santana

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Encontro com gestores de saúde ocorreu nesta quarta-feira, por iniciativa da SBC.
Encontro com gestores de saúde ocorreu nesta quarta-feira, por iniciativa da SBC.
Encontro com gestores de saúde ocorreu nesta quarta-feira, por iniciativa da SBC.
Encontro com gestores de saúde ocorreu nesta quarta-feira, por iniciativa da SBC.

Encontrar alternativas para reduzir o número de mortes por doenças cardiovasculares, especialmente do infarto agudo do miocárdio, na rede de atendimento pública de Feira de Santana. Com este objetivo, a Sociedade Brasileira de Cardiologia- Regional Feira de Santana promoveu um debate entre os principais gestores de saúde do município e do estado, dentre eles o secretário estadual, Fábio Vilas Boas e a secretária municipal, Denise Mascarenhas.

A atual situação do atendimento a esse paciente, desde a chegada na ambulância do SAMU, ou nas policlínicas, ou no Hospital Geral Clériston Andrade foi apresentada e discutida. De acordo com o presidente da SBC, foi feito um diagnóstico com os pontos cruciais de deficiência, para começar a traçar uma estratégia para diminuir as mortes por infarto. “Trouxemos para o debate as pessoas que podem responder os nossos questionamentos e traçar um plano que auxilie na melhoria desse atendimento em toda a rede”, explicou o presidente da SBC- Feira, Israel Reis.

Segundo Denise Mascarenhas, a resolutividade do serviço não está ruim, mas pode melhorar. “A gestão municipal está fazendo o que pode, dentro das condições que o financiamento que temos permite. Esse debate foi de grande importância. A presença desses gestores é uma demonstração de que todos estão imbuídos em melhorar e qualificar esse atendimento. Daqui saímos com discussões mais amplas, sobre internamento, na atenção básica, qualificação e treinamento para uma assistência cada vez melhor ”, pontuou Denise.

De acordo com Fábio Vilas-Boas, está sendo desenvolvido um programa de atenção ao infarto agudo do miocárdio que consiste na  implantação em todo o estado de 42 salas de teleatendimento, ainda neste segundo semestre. “A solução de problemas como esse, nem sempre passa por maior aporte de recursos. Na maioria das vezes, é preciso reordenar e reorganizar a sua rede de assistência”, acredita Vilas Boas.

Para o presidente da SBC-Feira, o objetivo prioritário do evento foi alcançado. “Demos o primeiro passo para encontrar alternativas que sanem a  deficiência desse atendimento. Estamos dispostos a ajudar no que for preciso para colaborar com a melhoria e uma ação integrada, aumenta as chances de superar as dificuldades. Nos propusemos a oferecer treinamento para as equipes de atendimento e contribuir para reduzir o número de mortes por infarto”, finalizou Israel.

Também participaram do encontro o diretor médico do INCARDIO, André Guimarães; a diretora geral do Hospital Dom Pedro de Alcântara, Sandra Peggy; o promotor titular da segunda promotoria de Justiça de Feira de Santana com ênfase em saúde e educação, Audo Rodrigues; o diretor Geral do HCGA, José Carlos de Carvalho Pitangueira; o coordenador médico do SAMU de Feira de Santana, José Luiz de Jesus Araújo Júnior e o coordenador médico das Policlínicas, –  o Rodrigo Matos, bem como médicos, estudantes e profissionais das mais diversas áreas.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113826 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]