Feira de Santana: Chula, MPB e Baião aqueceram o encerramento de mais uma fase do projeto ‘Música no Museu’

Juliana Greyce apresenta show no projeto 'Música no Museu'.
Juliana Greyce apresenta show no projeto 'Música no Museu'.
Juliana Greyce apresenta show no projeto 'Música no Museu'.
Juliana Greyce apresenta show no projeto ‘Música no Museu’.

A noite do dia (12/06/2016) foi movida à música e sentimento de saudade no Museu de Arte Contemporânea Raimundo de Oliveira (MAC). Mais uma vez o projeto Música no Museu encerrou um ciclo. Chula, MPB e baião foram os principais ingredientes, não deixando de dar espaço a outros ritmos.

Raymundo Sodré fez a alegria invadir o espaço. O artista, que aos 8 anos de idade já tinha contato com o atabaque nos terreiros de candomblé, e aos 16 implementou o violão a suas cantorias, mostrou porque na sua mistura percussiva e melódica ninguém fica parado. Foi um show bem dançante. Ao falar da canção “A Massa”, o cantor lembrou-se da mãe. “A Massa me consagrou em 1980. Foi um reconhecimento. Pena minha mãe não estar para ver o que me ensinou. Dá orgulho fazer algo que atravessa o tempo e está vivo”. Raymundo, que morou em outros estados e também fora do Brasil, afirmou que da Bahia não sai mais. Só para cantar e voltar.

O show “Diverso”, de Ramon Lima, reuniu composições do artista de álbuns antigos e novas composições. Ramon continuou colocando o público para dançar. Bastante animado, convidou a todos para se mexerem ao som de salsa e reggae, dentre outros estilos que executou.

Mais sublime, Juliana Greyce findou o evento. Tida como a ovelha negra da família, já que é a única artista, ela classificou o projeto como uma oportunidade maravilhosa para mostrar o seu trabalho autoral. A cantora, que quando mais nova ligava para o rádio e pedia músicas, tem o desejo de cantar com Tulipa Ruiz. Até início de 2017, Juliana está com previsão de lançar um DVD.

A última noite do projeto Música no Museu terminou sob aplausos, com diversão, agradecimentos e vozes que perguntavam “é o último dia?”, pairando no ar a vontade da continuidade de um evento musical que busca agregar lazer a som de qualidade e variados gêneros musicais.

Este projeto tem o apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia. Em parceria com a Cúpula do Som, Museu de Arte Contemporânea (MAC), Fundação Municipal Egberto Costa e Secretaria de Cultura de Feira de Santana.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 110917 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]