Deputado Valmir Assunção diz que “ministros do governo golpista cairão um por um”

Governo do presidente interino Michel Temer é identificado como golpista.

Governo do presidente interino Michel Temer é identificado como golpista.

Em pouco menos de um mês de governo interino de Michel Temer (PMDB), dois ministros já foram denunciados por tentarem obstruir a operação Lava Jato, que investiga políticos envolvidos em corrupção, e perderam seus cargos. Nesta quarta-feira (01º/06/2016), o deputado federal Valmir Assunção (PT-BA), voltou a criticar a gestão provisória e disse que “os ministros do governo golpista cairão um por um”. Para o parlamentar, a ‘onda de medidas retrógradas’ tem causado ojeriza da população e levado diferentes grupos para as ruas e a ocuparem prédios federais.

“É criminoso o que estão fazendo com os programas sociais, desconstruindo medidas importantes para o desenvolvimento do país. Limitar ou acabar com programas como o Pronatec, Minha Casa, Minha Vida, Fies, ProUni, e mexer nos direitos do SUS, e tantos outros direitos fundamentais é vilipendiar o desenvolvimento. A ação agora é de resistência e acredito que desses ministros que estão aí no governo cairão vários outros ainda, porque estão no mesmo barco que em menos de um mês já está afundando”, dispara Assunção.

Ainda de acordo com Valmir, as denúncias contra ministros estão apenas começando. “Muita água ainda vai passar por debaixo desta ponte. São muitos os envolvidos, e estão como ministros para terem foro privilegiado, saindo do cargo os holofotes saem de cima deles também, e os golpistas ajudam a ‘escondê-los’, a tirarem da vitrine. Essa tática a população já entendeu, até setores da mídia nacional ajudam a resolver essas equações, mas se fosse o PT aí seria pedido de prisão todo dia na manchetes de jornais”.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]