Novo conflito entre Armênia e Azerbaijão é tema de discurso na Câmara Federal

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Deputado Claudio Cajado em discurso contra os ataques em Nagorno Karabakh.
Deputado Claudio Cajado em discurso contra os ataques em Nagorno Karabakh.
Deputado Claudio Cajado em discurso contra os ataques em Nagorno Karabakh.
Deputado Claudio Cajado em discurso contra os ataques em Nagorno Karabakh.

O fim do cessar fogo entre armênios e azerbaijaneses no último final de semana após ataques na região de Nagorno Karabakh, território disputado desde a década de 80 entre os dois países, foi tema de discurso na câmara esta semana. Na quarta, o Procurador Parlamentar da Casa, deputado federal Claudio Cajado (DEM-BA), pediu o fim da escalada de violência na região.

Cajado, que também é membro da Comissão de Relações Exteriores da Câmara e presidente do grupo de amizade Brasil – Azerbaijão, iniciou dizendo que o conflito não traz ganhos para nenhuma das partes. Falou também que a presença de tropas armênias em território do Azerbaijão aumenta o embate. E citou, ainda, resoluções da ONU que determinam o fim do uso da força da Armênia contra a população azeri. “Reitero minha posição de que estas resoluções devem ser implementadas o mais rápido possível”, concluiu.

Desde a noite da última sexta-feira, 1 de abril de 2016, quando os conflitos começaram, mais de 80 pessoas morreram. Crianças e civis estão entre os feridos. Um helicóptero chegou a ser abatido com armamento de guerra.

O conflito, que começou na década de 80, é pela disputa do território de Nagorno Karabakh, situado em território do Azerbaijão, mas que é ocupado por grupos separatistas de origem Armênia que querem a independência da região. O embate se acirrou com o fim da antiga União Soviética, no início da década de 1990. Pelo menos 30 mil pessoas morreram nos conflitos até o início do primeiro cessar fogo entre os dois países, firmado há 20 anos. A Rússia, que já financiou armamento para os dois países, pediu o fim do conflito na região. O governo norte americano fez o mesmo. O Secretário de estado Norte – Americano John Kerry disse que o fim do embate não será pelo uso da força.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 121757 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.