Em Portugal, ministro Gilmar Mendes fala de “sistema de corrupção generalizado” no Brasil

Ministro Gilmar Mendes fala de "sistema de corrupção generalizado".
Ministro Gilmar Mendes fala de "sistema de corrupção generalizado".
Ministro Gilmar Mendes fala de "sistema de corrupção generalizado".
Ministro Gilmar Mendes fala de “sistema de corrupção generalizado”.

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, declarou, em entrevista à agência portuguesa Lusa, que existe “um sistema de corrupção generalizado” no Brasil. Mendes disse que a corrupção existe “certamente no que diz respeito ao financiamento de campanhas, basta ver as listas de quaisquer empresas”.

O ministro informou que agora estão proibidas as doações de empresas às campanhas. “Nós tínhamos até recentemente, antes da decisão do Supremo, um sistema de financiamento privado: as empresas é que financiavam a política na sua substância. Mas é bem provável que esse sistema tenha sido bastante sofisticado nesses últimos anos”, disse ele.

Gilmar Mendes participa do IV Seminário Luso-Brasileiro de Direito, que acontece no auditório da Universidade de Lisboa. O vice-presidente, Michel Temer, também participaria do evento mas cancelou a ida. Segundo a assessoria do PMDB, o vice-presidente cancelou a participação a pedido de parlamentares correligionários para participar de várias reuniões nesta terça-feira, quando ocorre a reunião do Diretório Nacional que vai decidir sobre a continuidade do PMDB na base alidada.

O evento conta ainda com a participação do ministro do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli. e os senadores Aécio Neves, José Serra e Jorge Viana.O seminário, que começou hoje e vai até quinta-feira (31/03/2016), é promovido pelo Instituto Brasiliense de Direito Público, do qual Gilmar Mendes é cofundador, e pela a Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa. O tema desta edição é Constituição e Crise – A Constituição no Contexto das Crises Política e Econômica.

Manifestação

Durante o seminário, brasileiros residentes em Portugal promoveram uma manifestação em defesa da democracia em frente à Universidade de Lisboa, com cerca de 50 pessoas estavam no local.

Em entrevista à agência Lusa, Bruno Araújo, um dos organizadores do protesto, informou a necessidade de defender a democracia no Brasil, “que está atualmente em risco”. Declarou ainda que o movimento é apartidário, formado por professores e estudantes brasileiros, em um “ato notável de patriotismo”.

O professor Milton de Sousa, residente há cerca de um ano em Portugal, disse à agência Lusa que os brasileiros são a favor das investigações contra a corrupção, mas alertou para o atual “seletismo” nas investigações.

*Com informação da Agência Brasil.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112562 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]